Ano Novo, novos hábitos

Escreve quem sabe

autor

Ana Ni Ribeiro

contactarnum. de artigos 77

A cada início de ano há um tema recorrente: a preocupação de quem lida com o excesso de peso e que é a perda do mesmo, ou melhor, a forma de o conseguir. Muitas pessoas engordam o ano inteiro mas a preocupação centra-se no quilo ou dois que engordou no Natal e Ano Novo. Tal é a preocupação com o aumento de peso nesta altura que, mesmo que pensem perder peso antes das festas, em muitos casos desistem porque normalmente engordam nesta altura e por isso acham que o melhor é não fazer nada até lá... Profundamente errado! Nesse sentido vou dar uns quantos conselhos para ajudar à redenção dos 'pecados' cometidos. E se antigamente os pecados eram destinados a esta e a mais uma ou outra altura do ano, agora somos pecadores o ano inteiro no que respeita à comida... Independentemente do desejo e da real necessidade de ter um peso saudável, quando se perde peso, deve ganhar-se saúde. Por isso não se deve perder peso de qualquer maneira e a qualquer preço. Não basta emagrecer, é necessário fazê-lo de modo a não comprometer a ingestão de nutrientes essenciais, a fome e a saciedade. E por muito que custe a acreditar, um plano de emagrecimento (adequado) contém, muitas vezes, maiores quantidades de comida do que as que se consomem habitualmente. Mas seguramente menos caloria! Será boa ideia reforçar algumas medidas que lhe permitem começar o ano com uma redução gradual e não penosa do excesso de peso, enquanto melhora significativamente a sua saúde e o seu orçamento familiar.

Dieta para resultados rápidos, com bom senso - Esta dieta compreende um plano alimentar diário que permitirá perder entre 500 g e 1 kg por semana. Pessoas com 70 kg perderão cerca de 1 kg, as de 60 kg perderão cerca de 600 g. Para 80kg ou para pesos superiores, a redução calórica em causa já será excessiva, sendo meu conselho que se pratique uma dieta com um pouco mais de calorias para não se sentir fome (+ 300 calorias, o equivalente a cerca de dois pães de 50 g por dia ou 2 chávenas almoçadeiras de arroz, por exemplo). O emagrecimento será tanto mais rápido quanto maior for o peso da pessoa, mas não é desejável uma perda de peso superior a 1 kg por semana, a não ser que esteja incluída uma actividade física 3-4 vezes por semana.

O pequeno-almoço - Pode escolher entre um copo (240 ml) de leite ou de iogurte ou em alternativa uma fatia de queijo magro; como fornecedor de hidratos de carbono, ½ pão de mistura, integral ou com sementes, ou 3 colheres de sopa de cereais com baixo teor de açúcar e alto teor de fibras. Seria ainda desejável acrescentar meia peça de fruta ou um copo pequeno sumo de fruta natural, não coado.

Merenda da manhã - Se o intervalo entre o pequeno-almoço e o almoço exceder as três horas e meia é desejável fazer uma pequena refeição a meio da manhã para não ter muita fome ao almoço. Um iogurte magro + 1 peça de fruta; 70 g de ameixas secas; 35 g de cerejas cristalizadas; 40 g de uvas passas ou 16-20 g de nozes, pinhões, etc., têm valor calórico semelhante e são todos ricos em fibras.

Almoço - Iniciar as refeições principais com um prato de sopa já não é novidade para quem não quer comer muito e ingerir fibras, vitaminas e mi-nerais nas doses recomendadas. A seguir 80-90 g de peixe, marisco, polvo, lulas ou carne (sobretudo de aves) ou 1-2 ovos acompanhados por meia chávena de arroz, massa ou leguminosas ou 1 batata média. Pode aumentar a quantidade de comida no prato com uma chávena de legumes crus ou cozidos, de preferência sem gordura a temperar. A sobremesa deve ser uma pequena peça de fruta.

Lanche - Ou melhor, dois lanches, para não sentir muita fome ao jantar. No primeiro, um iogurte ou ½ copo de leite mais um pão com queijo, fiambre ou outro recheio (em pouca quantidade). No segundo, uma peça de fruta, uma cenoura ou um tomate ajudam a saciar sem aumentar muito as calorias.

Jantar - Uma tigela de sopa (variada) seguida de uma taça de salada ou legumes com queijo fresco ou com 30 g de carne, peixe ou um ovo e sem gordura, mais uma peça de fruta no final ou misturada na salada.

Ceia - Ao deitar, chá ou outra infusão sem açúcar e 2/3 bolachas Maria, torrada ou integral.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Escreve quem sabe

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia