FISU Fórum: o mundo universitário em Taipei

Ideias

autor

Paulo Ferreira

contactarnum. de artigos 23

A Federação Internacional do Desporto Universitário (FISU) celebra um aniversário marcante com a realização do 20.º aniversário do Fórum FISU. Tendo tido a edição inaugural em 1992 em Paralimni (Chipre) como resultado duma iniciativa para juntar estudantes, professores e líderes desportivos de diferentes raízes no movimento desportivo universitário, dando-lhes a oportunidade para se encontrarem, interagirem e trocarem opiniões e ideias. Actualmente, a ideia base continua a ser a mesma - criar pontes entre culturas.

As edições subsequentes, de 2 em 2 anos, decorreram em Catânia (Sicília, Itália), Madrid (Espanha), Lulea (Suécia), Monterrey (México) e Cidade do Cabo (África do Sul). O Fórum FISU em 2004 decorreu em Lisboa com 43 países a trazerem 146 participantes aos trabalhos. A Ásia recebeu o seu primeiro Fórum em 2006 em Abu Dhabi (Emiratos Árabes Unidos), seguido de Cracóvia (Polónia), e Vigo (Espanha) em 2010. Sobre os 20 anos, um total de 1588 participantes marcaram presença nas diferentes edições.

A edição que decorre actualmente na China Taipé debruça-se sobre o tema do Desporto Universitário como uma plataforma para desenvolvimento sustentado, centrando a discussão em subtemas como o Desporto Universitário como um campo fértil para o desenvolvimento de líderes ou o Desporto Universitário como uma plataforma para a mudança e envolvimento das mulheres. São ainda abordados o tema do desportivismo como uma plataforma para o desenvolvimento ao longo da vida e o planeamento estratégico para um Desporto Universitário “amigo do ambiente”.

A orientação da discussão tem em vista formar os jovens estudantes universitários presentes, procurando que todos tenham oportunidade de conhecer as realidades de outros países, bem como de estruturas supranacionais, como é o exemplo da Federação Internacional do Desporto Universitário.

De igual modo a nível local o evento tem significativo impacto, uma vez que o desporto é visto como uma prioridade na China Taipé, sendo uma actividade recreativa popular. Os desportos mais vulgares como o basquetebol, beisebol, futebol, softball ou artes marciais como t'ai chi ch'uan e o taekwondo, e são igualmente organizados ao mais alto nível competitivo, do qual o sistema universitário é parte integrante e fundamental.

Com uma população de 23 milhões habitantes e uma densidade populacional de 668 hab./Km², Taipei tem mais de uma centena de instituições de ensino superior e com cerca de 66% de sucesso para os mais de 100 mil estudantes que procuram acesso às Universidades todos os anos. A política educativa em tudo encaixa no sistema de desportivo, sendo o desporto universitário uma natural sequência do desporto escolar.

A necessidade de criar gestores e intervenientes desportivos, seja na área técnica ou administrativa, é condição essencial para completar o referido sistema. É por este motivo que a orientação política - de cima a baixo - tem a visão para direccionar tudo de forma que os eventos desportivos e outros de natureza complementar sejam alinhados e integrados numa estratégia consolidada para atingir os objectivos finais. E eventos como o Fórum FISU ou como competições de cariz universitário internacional são vistos como prioritários e até indispensáveis.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Ideias

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia