Nevralgia do trigémio afeta pessoas com mais de 50 anos

Voz à Saúde

autor

Beatriz Craveiro Lopes

contactarnum. de artigos 1

A nevralgia do trigémio, também conhecida como tique doloro-so, carateriza-se por uma dor súbita na face, habitualmente num dos lados, de grande intensidade, breve, tipo facada ou choque elétrico.
Pode aparecer pela primeira vez em qualquer idade, mas o seu início ocorre, mais frequentemente, após os 50 anos de idade em mais de 90% dos casos.

Cada episódio de dor dura entre alguns segundos e dois minutos, mas pode ser seguido rapidamente de outro ataque. Podem ocorrer entre 10 a 70 episódios num dia e com a progressão da doença, os ataques tendem a durar mais.
Esta dor pode ser desencadeada com o processo de mastigação e fala (em 76% dos casos), com o toque (65% dos casos) ou como reação ao frio, o que acontece em 48% dos doentes.
O diagnóstico desta doença é simples, dadas as caraterísticas da dor.

Nos casos em que não é possível identificar a sua causa pode ser recomendada a realização de um exame de ressonância magnética para excluir a presença de lesões, como quistos ou tumo-res, malformações vasculares, placas de esclerose múltipla ou a compressão vascular do nervo trigémio.

O tratamento médico pode ser farmacológico, baseado no uso de medicamentos antiepiléticos, ou não farmacológico, onde se inclui, nas situações mais graves, o recurso à cirurgia.
Face à intensidade da dor, gravidade e impacto negativo na qualidade de vida, os doentes ficam, em grande parte dos casos, deprimidos, com uma sensação de incapacidade que os pode levar a cometer suicídio.

A nevralgia do trigémio é, nos Estados Unidos, a primeira causa de suicídio por dor não oncológica no idoso.
A nevralgia do trigémio é um dos tipos de dor neuropática. Os seus sintomas são, frequentemente, descritos como sensações de queimadura, formigueiro, picadas e dormência.
Este ano, as comemorações do Dia Nacional da Luta Conta a Dor, que se assinala a 17 de Outubro, terão como enfoque a dor neuropática.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Voz à Saúde

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia