Mulheres em idade avançada são mais afetadas pelo AVC

Voz à Saúde

autor

Maria Teresa Cardoso

contactarnum. de artigos 1

O acidente vascular cerebral (AVC) é mais frequente na mulher, particularmente em idade avançada. Este facto explica-se em parte pelo envelhecimento da população e pela maior esperança de vida do sexo feminino. É fundamental ter consciência desta realidade e implementar estratégias preventivas adequadas.

As mulheres que têm pressão arterial elevada estão em maior risco de vir a sofrer um AVC, pelo que devem controlar os seus valores com frequência, devem reduzir o sal na alimentação e cumprir o tratamento de forma sustentada.

Outro fator de risco para o AVC é a fibrilhação auricular, uma arritmia muito frequente nos idosos, com predomínio nas mulheres e que está associada a um risco de AVC aumentado em 4 a 5 vezes, também mais elevado para as mulheres. O tratamento hipocoagulante no doente com esta doença reduz em 60% o risco de AVC estando agora disponíveis no mercado novos anticoagulantes orais.

Por outro lado, o risco de AVC é muito baixo na faixa etária que usa anticoncepção, mas os contracetivos orais causam um pequeno aumento do risco de AVC, especialmente na mulher com outros fatores de risco vascular como o tabagismo, a hipertensão, diabetes, obesidade, e o colesterol aumentado. Em termos práticos, é muito importante o tratamento agressivo dos fatores de risco vascular em mulheres a fazer contraceção oral e aconselhada uma medição da pressão arterial antes de iniciar anticoncepção oral.

Atualmente discute-se se há influência da idade de início da menopausa no risco de AVC. O que está bem estabelecido é que a hormonoterapia após menopausa não reduz o risco de AVC, podendo mesmo aumentá-lo. Portanto, a hormonoterapia após a menopausa não está recomendada em prevenção primária ou secundária.
Nunca é de mais realçar a importância do estilo de vida saudável na prevenção do AVC: atividade física regular, moderação do consumo de álcool (menos de 1 bebida por dia), abstenção do tabaco, dieta rica em frutos e vegetais, grão, baixa em gorduras saturadas e em sal.

AVC - Sinais de alarme
Ligue de imediato o 112 se, de forma súbita, sentir boca ao lado, dificuldade em falar ou perda de força no braço e/ou perna, sobretudo num dos lados do corpo, mesmo que seja transitório.
Saiba que:
Há tratamento (trombólise) na fase aguda do AVC. Há que chegar o quanto antes ao hospital para obter o máximo benefício deste tratamento - e os segundos contam.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Voz à Saúde

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia