Kenya

Ideias

autor

Rita Martins

contactarnum. de artigos 11

Esta semana passou a voar. A Páscoa foi passada em Mombasa, na costa kenyana, que arrisco dizer, ser o local mais bonito do mundo! Um paraíso tropical, banhado pelo morno Oceano Índico, por praias de areia cristalina, e rodeado pela amabilidade das pessoas da costa.

O Quénia, sobrevivia, essencialmente da exportação de chá, e do turismo. Entristece-me, cada vez que me refugio nas maravilhosas praias de Mombasa, que bem conheço desde 2013, e me deparo com as a seguinte situação: cada ano que passa, os visitantes são mais escassos. Hotéis luxuosos ao abandono, restaurantes fechados, os conhecidos, já não se encontram no local habitual, pois foram forçados a procurar outra fonte de rendimento. Os rostos já não são os de felicidade por ver ‘mzungos’, mas de tristeza, pela falta do antigamente.

As embaixadas alertam os turistas a não virem para o Kenya, pois supostamente, é um país em estado de alerta, e a qualquer momento algo pode acontecer, segundo eles. De momento, ainda estamos num luto perante o que aconteceu em Garrisa, e envio desde já os sinceros sentimentos, a todos os familiares dos inocentes estudantes, que foram indecentemente culpados por algo que não lhes competia. No entanto, recuso-me a compactuar com as autoridades.

Óbvio que devemos tomar determinadas medidas de segurança, mas como em todo o lado. Em alturas mais movimentadas, convém evitar centros comerciais, grandes multidōes, e nunca andar sozinhos de noites, mas infelizmente, nenhum país está livre de um atentado terrorista, ou de um avião que caí, etc etc.

A minha mensagem é de esperança, e espero que um dia, estes locais, principalmente os da costas, possam ter de novo, a vida que tinham antigamente; que este medo que assombra este belo país desapareça, e que finalmente os motivos militares ou religiosos, cheguem a um consenso definitivo, pois quem mais sofre são os que estão numa hierarquia inferior! Como sempre!

De volta a Kibera, tudo corre normalmente. As escolas estão encerradas durante este mês e há muito trabalho de escritório, relacionado com apadrinhamentos, com término de todo este ano maravilhoso, e com o planeamento de um futuro próximo. As crianças que moram perto do centro comunitário, vão tendo actividades no mesmo. Para já, é uma pequena organização local, que se encarrega de tal, pois nesta, e nas próximas duas semanas, o tempo vai escassear.

Segunda-feira temos reunião para resolver o caso da nossa famílias realojada (infelizmente uma das paredes cedeu, devido às chuvas), e começam as visitas domiciliárias para controle do apadrinhamento. O tempo, devia correr a passo de caracol, mas é exactamente o oposto o que se vive.
Um bom fim-de-semana a todos, e uma excelente semana!

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Ideias

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia