Celebrar a biodiversidade

Ideias

autor

Rita Campos

contactarnum. de artigos 1

Desde 1993 celebrado a 29 de Dezembro, em 2000 as Nações Unidas proclamaram o dia 22 de Maio o “Dia Internacional para a Diversidade Biológica”, comemorando a data da adopção do texto final da Convenção da Biodiversidade Biológica. Este ano o tema seleccionado para celebrar a biodiversidade foi ‘Biodiversidade para um Desenvolvimento Sustentável’ [www.cbd.int/idb/2015/].

Biodiversidade, a diversidade da vida, é um conceito tão abrangente que inclui três níveis de diversidade. O mais conhecido é o nível da espécie: todas as diferentes espécies que habitam o nosso planeta. Mas temos também o nível abaixo, o das diferenças entre indivíduos da mesma espécie, e o nível acima, o das diferenças entre ecossistemas, entre as relações que diferentes espécies, em diferentes partes do planeta, estabelecem com o seu meio ambiente.

E porquê um dia dedicado à biodiversidade? Porque a nossa sobrevivência no dia-a-dia e a longo prazo depende da biodiversidade! Alimentos, vestuário, habitação e mobiliário, combustíveis ou fármacos são apenas alguns exemplos dos benefícios que retiramos da biodiversidade. Mas não se ficam por aqui: é a biodiversidade que purifica o ar que respiramos e a água que bebemos, enriquece os solos que cultivamos e regula o clima, local e globalmente, e o aparecimento e propagação de muitas doenças.

Não é difícil reconhecer o valor da biodiversidade. Basta-nos parar uns segundos e olhar para nós: a roupa de algodão, os sapatos de couro ou sola de borracha, um copo de água ou uma cerveja num dia quente, o peixe grelhado do almoço, a cadeira de madeira onde nos sentamos, a gasolina que nos leva a tantos lugares, o canto dos pássaros, a vacina que nos deixou a salvo do tétano. E tantos outros materiais que, sendo sintéticos, tiveram a sua inspiração na biodiversidade. Não é difícil reconhecer o valor da biodiversidade mas parece difícil equilibrar a sua gestão com o desenvolvimento.

O tema escolhido para 2015, “Biodiversidade para um Desenvolvimento Sustentável”, enfatiza a importância da biodiversidade numa sociedade desenvolvida, equilibrada e saudável. Serve como homenagem aos esforços empreendidos por diversas organizações de vários países para estabelecer e fazer cumprir 17 objectivos para um desenvolvimento sustentável [https://sustainabledevelopment.un.org/focussdgs.html]:

1) acabar com a pobreza em todas as suas formas;
2) acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e nutrição melhorada e promover a agricultura sustentável;
3) assegurar vidas saudáveis e promover o bem-estar para todos em qualquer idade;
4) assegurar educação inclusiva e imparcial de qualidade e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos;
5) alcançar a igualdade de géneros e dar poder a mulheres e meninas;
6) assegurar a disponibilidade e a gestão sustentável de água e saneamento para todos;
7) assegurar o acesso a energia barata, de confiança, sustentável e moderna para todos;
8) promover o crescimento económico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego a tempo inteiro e produtivo e trabalho decente para todos;
9) criar infra-estruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e adoptar a inovação;
10) reduzir as desigualdades dentro e entre países;
11) fazer cidades e povoados humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis;
12) assegurar o consumo e padrões de produção sustentáveis;
13) tomar medidas urgentes para combater as alterações climáticas e os seus impactos;
14) conservar e usar de forma sustentável os oceanos, mares e recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável;
15) proteger, restaurar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação e para e reverter a degradação dos solos e travar a perda da biodiversidade;
16) promover sociedades pacíficas e inclusivas para um desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, respon- sáveis e inclusivas a todos os níveis;
17) reforçar os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Ideias

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia