Gastrite: O que é e como prevenir?

Voz à Saúde

autor

Rita Vieira Gomes

contactarnum. de artigos 2

A gastrite é uma doença muito frequente, que se caracteriza essencialmente pela ocorrência de uma inflamação da camada mucosa do estômago. Ora, essa camada é importante na medida em que produz diversas substâncias cruciais no decurso do processo digestivo e para a proteção do estômago.

Várias são as causas que podem estar na origem desta doença, sendo as mais frequentes: infecção por Helicobacter pylori, uso prolongado de medicamentos anti-inflamatórios não esteróides (AINEs), como por exemplo ibuprofeno ou aspirina, e o abuso de álcool. A gastrite pode ainda surgir decorrente de infecções por outros agentes sejam vírus, bactérias ou parasitas; em contexto de doenças auto-imunes; abuso de cocaína ou em situações de maior stress orgânico como por exemplo após um acidente, uma doença grave, queimaduras extensas ou após uma grande cirurgia.

Mas afinal o que pode sentir quando tem uma gastrite? A verdade, é que muitos doentes com gastrite não apresentam sinto-mas. No entanto, também é frequente apresentarem queixas de indigestão, sensação de enfartamento após as refeições e dor ou desconforto na parte superior do abdómen. Em alguns casos mais graves pode causar vómitos com sangue ou fezes escuras devido à presença de sangue (“melenas”).
Esta doença pode complicar-se e evoluir para úlcera, formação de pólipos e tumores benignos ou malignos. Não obstante, o pro-gnósico da gastrite é frequentemente bom, dependendo naturalmente da sua causa.

Tal como referido, uma gastrite é uma inflamação da camada mucosa do estômago, assim o exame mais importante para o diagnóstico desta patologia é a endoscopia digestiva alta com biópsia, pois permite recolher pequenas amostras de tecido da muco-sa para análise. De qualquer forma, é essencial esclarecer que os exames complementares de diagnóstico devem ser pedidos pelo seu médico(a) assistente, na medida em que ele(a) é a pessoa mais indicada para os selecionar e adaptar caso a caso, assim como, posteriormente, para a escolha da terapeutica mais adequada.
Tão importante como tratar é prevenir!

Neste sentido, existem algumas medidas simples que podem ajudar não só a prevenir o aparecimento de gastrites como a aliviar os seus sintomas. Assim sendo, opte por comer várias vezes ao dia, em pequenas quantidades, evite determinados alimentos irritantes para o estômago - alimentos picantes, ácidos ou fritos, bem como as bebidas alcoólicas. Cumpre referir que a mais adequada gestão das situações de stress pode também contribuir positivamente para o alívio dos sintomas de gastrite. Adicionalmente, deve tentar evitar, quando possível, a toma prolongada de fármacos que possam irritar a mucosa do estômago. Para o efeito, consulte sempre o seu médico(a).

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Voz à Saúde

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia