Leituras de verão

Voz às Bibliotecas

autor

Aida Alves

contactarnum. de artigos 23

O verão é uma estação do ano que corresponde a tempos de maior descontração, nomeadamente a períodos de férias. Neste período que, no nosso país, corresponde à estação com temperaturas mais elevadas, é normal haver uma adaptação de ritmos e até de alteração da nossa alimentação. Com as temperaturas mais altas, o ritmo a que nos movemos é necessariamente mais lento e as nossas refeições são mais frescas e ligeiras. No fundo, até a alimentação se adapta ao menor gasto calórico, devido ao ritmo mais lento a que se processam as nossas atividades.

Com a leitura é normal que aconteça o mesmo. Podemos mesmo falar de leituras de verão, que são algo diferentes das leituras do resto do ano. Os livros escolhidos para leitura nesta altura do ano, podem por vezes seguir os padrões do consumo alimentar: mais frescos e ligeiros. Estar de férias não significa uma abstenção do ato de pensar, mas sim uma adaptação ao ato de pensar, cujo ritmo será mais descontraído e lento. Há uma certa languidez associada às nossas atividades em férias; com a reflexão e a leitura passa-se o mesmo. É altura de escolher livros que nos dêem um prazer mais imediato, sem nos obrigarem a pensar e refletir em excesso.

Por outro lado, poderá ser altura de ler algo um pouco mais de natureza histórica ou biográfica, com curiosidade por personalidades importantes da História. É altura de saber como viveram algumas personalidades do panorama nacional ou internacional, que foram exemplo e fonte de inspiração para toda a humanidade.
Em muitas outras situações pode selecionar livros policiais ligeiros, especialmente aqueles com enquadramentos históricos verdadeiros ou mesmo romances históricos nos quais, de uma forma descontraída e informal, se pode aprender História com algum rigor. É altura de consumir com o máximo prazer a leitura, em esforço adaptado ao ritmo veraneio, usufruindo da descontração própria da época.

Em férias de verão, na praia, poderá ainda ler os clássicos portugueses (Eça de Queirós, Camilo Castelo Branco, Aquilino Ribeiro, Ruy Belo, Fernando Pessoa, entre outros), franceses, norteamericanos (Hemingway, Scott Fitzgerald, John Steinbeck, Jack London e outros) que lhe farão companhia no areal durante os banhos de sol e após os banhos de mar. Destacamos da literatura americana a fantástica obra O Velho e o Mar de Hemingway, na magnífica tradução de Jorge de Sena, que o prenderá irresistivelmente muitas horas.

Acompanhará a epopeia do velho Santiago, após a pesca do magnífico espadarte de dimensões extraordinárias, e o seu regresso a terra, lutando com os tubarões e tentando preservar o amigo peixe que ele respeitava. Durante a leitura desta obra, poderá levantar os olhos do livro e fixá-los no mar onde o velho Santiago lutou pela sua vida e pela preservação do peixe que tinha pescado, na ficção de Hemingway.

Curiosamente, quando abrimos, no presente, um dos livros que foi escolhido como leitura de verão em anos transatos, e lhe surpreendemos ainda alguns grãos de areia aninhados entre as suas páginas, revivemos de imediato todas as sensações de férias, os banhos de sol e de mar, o cheiro característico do protetor solar, gelados e férias. Os livros, neste caso, associam-se às memórias dos tempos mais descontraídos vividos e são um complemento importante dos mesmos.
Se está ou vai estar de férias, aproveite a maior disponibilidade de tempo que terá para ler um bom livro. Verá que este livro, no futuro, fará parte das suas boas memórias de verão.

Aproveite a oferta bibliográfica existente na sua biblioteca pública mais próxima de si e requisite gratuitamente um ou vários livros para si e para a sua família, ou visite a Feira do Livro de Braga, que decorrerá na Avenida Central, de 1 a 17 de julho, para escolher aquele livro especial, a um custo mais acessível, que irá levar consigo para viverem momentos aprazíveis no seu tempo de descanso. Boas leituras de verão.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Voz às Bibliotecas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia