Momentos musicais com tradição

Ideias

autor

Félix Alonso Cabrerizo

contactarnum. de artigos 17

OConservatório de Musica de Calouste Gulbenkian nasceu a 7 de Novembro de 1961, pela Ação de D. Maria Adelina Caravana, senhora dotada de uma enorme força de vontade e de querer, de uma visão cultural e de uma capacidade de se entregar aos seus ideais, sem nunca esmorecer face as adversidades do caminho.

A fundadora soube, desde logo, granjear o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian para este projeto. Foi graças a esta colaboração que o então Conservatório Regional de Braga viu a Fundação Construir o novo edifício que viria a ser inaugurado em 31 de Março de 1971, (projeto Educativo 2009, Conservatório de Musica Calouste Gulbenkian) - impressão - Publicado - Estúdio de Artes Gráficas, Lda - Março - 2009.

Dando continuidade a este formato de Braga nas Tradições, onde meus colegas e colaboradores vão transmitindo diversas opiniões e cultivando e referenciando diferentes âmbitos de tradição sejam elas, umas mais tradicionais, mais rusticas ou mais eruditas, o importante é renascer e promover as tradições que nos legaram nossos antepassados.
Hoje falarei sobre 2 eventos musicais, que tem muita tradição, são de grandes dimensões artísticas, têm participado muitos jovens músicos Bracarenses em sua grande maioria estudaram no Conservatório de Musica Calouste Gulbenkian de Braga.

Os concertos foram realizados na cidade de Braga com afluência de muito público. O primeiro foi no 30 de Dezembro na Igreja do Hospital de S. Marcos, na comemoração do 1º Aniversário do Centro Interpretativo das Memórias da Misericórdia de Braga.

Concerto Maravilhoso de Musica de Câmara com obras de D.Shostakovich (1906-1975) Sinfonia de Câmara em Dó menor op.110 e P.I.Tchaikovsky (1840-1893) Serenata para Cordas em Dó Maior op.48, foi interpretado pela Com. Cordas Ensemble, com direção musical do Violinista Miguel Simões excelente concertista bracarense, que esta a realizar um bom trabalho na Música de Câmara, com este conjunto camerístico de músicos profissionais de alto nível (Ana Teresa Alves, Sofia Sousa, (Violas de Arco), Félix Duarte (Violino) todos Bracarenses e ex-alunos do Conservatório de Musica Calouste Gulbenkian) Fernando Costa (violoncelo), Vanessa Lima (contrabaixo) entre outros jovens músicos com futuro prometedor artístico e académico.

Concerto difícil, tanto a obra de Shostakovich como a de Tchaikovsky, são páginas musicais de alto nível, que requereu excelentes executantes, como assim foi. Os músicos de Com. Cordas Ensemble, realizaram uma magnífica interpretação, com uma qualidade máxima de sonoridade, dinâmicas extraordinárias, não tenho memória assistir em Braga a um concerto de Musica de Câmara, com uma formação de tanta qualidade e com um projeto nascido em Braga, espero que continue, esta dinâmica e a Musica de Câmara de Braga, será um sucesso. Obrigado a Santa Casa de Misericórdia de Braga, por dar-nos esta dádiva.

Os dias 24 e 25 de fevereiro, o Conservatório Musica Calouste Gulbenkian de Braga, representou no Theatro Circo o Musical Dreamland, a partir da obra Miss Saigan de Claude-Michel Schöenberg, dirigido pelo Maestro Paulo Matos, sendo uma vez mais um grande sucesso e bom espetáculo onde brilharam, orquestra, coro e solistas, tudo excelentes jovens músicos com grande futuro. A obra cativou tanto pela sua música como pelo seu tema, muitos espectadores ate choraram com muita emoção.

Estes jovens músicos da Calouste Gulbenkian, com seu talento estão prestigiando Braga. Os musicais já são uma tradição em Braga, que nos deixa uma obra interessante e muitas saudades, em obras como Pinochio (2013). Por Ese Rio Acima de Fausto (2014) The Little Principe (2015) Teatro um ensaio geral (2016) que foi uma homenagem ao Theatro Circo.

Nos musicais tem participado muitas músicos e cantores, que estão a ter uma projeção musical e académica, ao falar de musicais quero lembrar a algum cantores que deixaram boas recordações, Raquel Fernandes, Ana Vieira Leite, Daniela Araújo, Rita Morais, Raquel Mendes, Constância Duarte e Rita Duarte e muitos mais.

Muito obrigado ao Conservatório Musica Calouste Gulbenkian por todos estes excelentes concertos e pelo grande prestígio que estão a fazer à Cidade de Braga, estou convencido que D. Maria Adelina Caravana se sentirá muito feliz por sua obra continuar viva e cheia de explendor.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Ideias

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia