O Príncipe dos Cabeleireiros

Escreve quem sabe

autor

Abílio Vilaça

contactarnum. de artigos 192

Comemorar 50 anos de profissão é um marco de significativa vitalidade, sobretudo numa arte tão difícil e exigente como a de penteado e beleza. António Pereira Ferreira, mais conhecido por António Cabeleireiro, faz este ano 50 anos de profissional exímio, respeitado e admirado pelos seus pares e desde logo pelos seus clientes e amigos.
Longe vão os tempos do salão e centro de estética e beleza que, na galeria comercial do então Hotel Turismo de Braga, marcava a dinâmica das tendências da moda em penteado e beleza. O cabeleireiro António, era então uma referência e um farol para muitos jovens que gostariam de aprender uma arte tão interessante quanto perfeita.
Viviam-se tempos de grande euforia da entrada de Portugal na então Comunidade Económica Europeia e despertava-se para a necessidade de aumentar o número de jovens com formação profissional e técnica. Eram tantas as necessidades de formação profissional que a Europa aceitou apoiar Portugal na formação profissional de forma maciça. Eram tantas as necessidades das empresas em profissionais qualificados e competentes, numa época em que o tecido produtivo tinha que enfrentar novos desafios. Destacavam-se áreas como a informatização de processos de gestão, a certificação da qualidade, a implementação de sistemas Cad/Cam, o desenvolvimento de competências técnicas em penteado e beleza, de técnicos em várias profissões do setor alimentar, da metalomecânica, da eletricidade e eletrónica, do mobiliário de madeira, do desenho técnico, etc, etc. Afinal as Escolas Industriais e Comerciais haviam sido extintas e ainda não tinham sido substituídas aquela formação por um novo sistema que tivesse uma oferta ainda mais completa, como acabou por se fazer com os cursos do sistema de aprendizagem.
É pois pelo ano de 1987 que Braga inaugura o maior centro de formação profissional da europa, o Centro de Formação Profissional de Braga (Mazagão), e nesse centro arranca o sistema de aprendizagem, com cursos de duração de três anos em regime diurno e tempo completo (das 8h30 ás 17h30m, com 1 hora para almoço), com estágios integrados em empresas da região desde o primeiro ano. Os cursos de penteado e beleza, arrancam no sistema de aprendizagem pela primeira vez no país a partir de Braga e pela mão de mestres cabeleireiros entre os quais se destacou António Pereira Ferreira, um mestre entre os mestres. Paciente, profissional, pedagógico, motivador e aberto a um novo sistema de formação.
É, pois, pela mão de António cabeleireiro que passaram muitas dezenas de profissionais, hoje constituídos em empresários do setor. Braga desperta para o penteado e beleza e surgem novos ateliers estruturados em novos conceitos, que fazem de Braga uma referência numa arte tão nobre e bonita quanto esta.
Muitos profissionais de penteado e beleza foram inspirados pelo Alberto cabeleireiro e pelo Soares. António cabeleireiro também por lá passou e aprendeu uma arte que o havia de marcar para sempre.
Estamos numa área de serviços, um bem intangível, que se produz apenas quando o consumidor e o produtor se encontram, onde o produtor tem necessariamente de fazer um diagnóstico, estudar com o cliente o trabalho artístico a efetuar e só então o executa com mestria. Não existe “teste drive” em penteado e beleza, não se pode fazer provas para ver se se gosta. O trabalho tem de sair perfeito, pois o cliente se não gostar, não volta mais.
A arte de penteado e beleza é também a arte da felicidade, tem de se fazer clientes felizes com o trabalho efetuado. É assim nesta arte que requer sensibilidade, requinte e produz bem-estar. Estamos num domínio que requer dos profissionais tudo o que têm para dar, técnica, experiência, desempenho, arte de beleza.
Estando António Pereira Ferreira, a trabalhar neste setor desde os seus 14 anos, temos na sua capacidade um bom exemplo para outros profissionais e para os que vêm nesta profissão um projeto de vida.
As cidades de Braga, Guimarães e Lisboa tiveram a oportunidade de ter o trabalho de António cabeleireiro, mas foi Braga que conseguiu fixá-lo e dele beneficia.
A oferta de serviços de penteado e beleza na cidade de Braga é um bom exemplo de qualidade e de vanguarda, com excelentes profissionais, onde António Pereira Ferreira não pode deixar de se destacar com uma irreverência e vanguardismo sempre reconhecidos e próprios de um Príncipe dos profissionais de penteado e beleza.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Escreve quem sabe

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia