Aos Hugos Soares desta vida

Ideias Políticas

autor

Hugo Soares

contactarnum. de artigos 116

Há cerca de quinze dias fui “brindado” com uma tarja no Estádio Municipal de Braga. Um conjunto de pessoas terão escrito a seguinte mensagem: “Aos Hugo Soares desta vida o aviso está dado; duas caras são do outro lado”. Não sou nem nunca fui homem de esconder atrás de nada nem de ninguém. Deste princípio de vida vem este texto.

Tudo terá origem nas eleições disputadas para a presidência do Sporting Clube de Braga.
Em Braga, como de resto no País do futebol e por todos que me conhecem, sabem que sou Portista desde pequenino. Dos que chorava quando o Porto perdia. Dos que sonhava com as vitórias. Sou transparente: não sinto (nunca senti e acho até medíocre) que a paixão do futebol se imponha por origem de nascimento. É assim; sem meias palavras. O meu avô, que amava, era portista. O meu pai, que amo, é portista. Os meus dois filhos, que amo, quero que sejam portistas. Que não me desculpem a sinceridade. Mas é a minha franqueza.

O amor que sinto pelo F.C. Porto nunca me impediu de ter um carinho tão especial pelo clube da minha terra. O único de que sou sócio. Repito: o único de que sou sócio!
Segundo me contaram, alguém muito pequenino terá dito às claques do SC Braga que no último jogo Braga - Porto me terei manifestado no golo do meu Porto e até feito gestos inusitados para com os adeptos do Braga. Há até os patetas - pela volúpia própria dos patetas, mesquinhos e mal formados - que partilharam nas redes sociais.

Valha-nos que aquela tribuna estava repleta; valha-nos a educação, a educação que os meus pais me deram; valha-nos a falta de chá de quem da aso à imaginação para poder, eu, perante a palermice me rir. É mentira! É mentira! Nunca em nenhuma tribuna de nenhum estádio me manifestei. Por respeito ao anfitrião. Por respeito ao visitante. Por respeito às vestes em que estou naqueles locais.

Só o mero aproveitamento eleitoral e político justificam tal maledicência. E este é o ponto. Nunca misturei política com futebol. Acho até pernicioso. Acho que os políticos só têm a perder e o futebol não ganha. Mas adoro futebol. E não deixo de ir ao futebol! Mas sei que há quem tente - como tentaram - trocar a falta de coragem por um prato de lentilhas, ou seja, por um punhado de votos.

Fiz, como voltaria a fazer, parte da comissão de honra de António Salvador. Como bracarense e como sócio. Quem já se esqueceu do Braga que disputava a manutenção na primeira liga? Quem já se esqueceu do Braga que lutava pela sobrevivência económica? Hoje, os adeptos querem o título! Ironia das ironias: o quinto lugar não chega (e ainda bem!).

Hoje ganhamos títulos! Sim, ganhamos! Torci contra o Porto do meu coração na final da taça (quem lá estava, quem me conhece, sabe que é verdade). Hoje, António Salvador fez do Braga um clube de referência no futebol português. Ainda bem que ganhou. Ganhamos todos. E ele especialmente.

Uma palavra muito especial ao Pli. É assim que o conheço há anos. Joguei à bola com ele! Desculpem a franqueza: bebi copos com ele, gosto dele. Foi com a coragem, a garra e a determinação que sempre lhe conheci que se seu deu à candidatura. É um Adepto com A grande do Braga. Não foi, e bem repito, o tempo dele. Não sei se algum dia será. Sei - ou acredito - que como eu não quer a política no futebol. Sei que repudia este tipo de comportamento. Quem como eu e ele amamos futebol sabe que o grito do golo que nos cala no coração não se confunde com a política.
Aos dois os meus parabéns. Mas ao António Salvador, porque merece como ninguém, muita sorte.
Por mim, assunto encerrado!

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Ideias Políticas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia