O Arte da Arte do Fado Tradicional

Ideias

autor

Félix Alonso Cabrerizo

contactarnum. de artigos 17

“E que é o Fado propriamente dito? Na minha opinião é o Fado Clássico (Fado Tradicional). O Fado Menor, o Fado Mouraria, o Fado Corrido, a Marcha do Alfredo Marceneiro, a Marcha do Britinho, sei lá… e tantos outros, nunca ouvi ninguém cantar isso no estrangeiro. Depois diziam… eu perguntava porquê “ ah eles não percebem” “ah, e como não percebem, não se canta! Então, quer dizer, vocês vão cantar coisas que daqui a uns anos… para eles o fado é isso. Está bem, se vocês acham bem, tudo bem. O Fado é o Fado e nada mais! E repare que não há nada como o Fado. O Fado, eu comparo o Fado com o Tango e como o Flamenco. O Flamenco com Espanha, o Tango na Argentina e o Fado em Portugal”.

Entrevista a Fadista Fernanda Maria, Um Seculo de Fado. (Fado Falado - Baptista Bastos - Ediclube - 1999.
As palavras de Fernanda Maria, uma grande senhora do Fado, fadista que dominava o Fado Tradicional, nos transmitem, que é importante ser sérios e autênticos para assim cantar o verdadeiro Fado, que é o Fado Tradicional e assim as novas gerações tenham a virtude de saber diferenciar o bom fadista do fadista camuflado, o falso fadista.

Todo isto encoraja ACOFA Bragafado apostar seriamente pelo caminho do Fado Tradicional. Como se tem demostrado neste dois momentos de Fado, na programação Arte Escola Comunidade 2017 da INATEL que tanto faz pela Cultura e Desporto como se tem verificado neste evento. A INATEL Organizou brilhantemente, mostrando uma vez mais que sabe apostar na qualidade do bom fado que ACOFA BragaFado tem desenvolvido nestes últimos anos.

Em 30 anos que moro em Braga não me lembro de assistir a um espetáculo desta magnitude, é o melhor fado que vi até agora, tanto em qualidade como em quantidade com bons fados tradicionais, bons autores, bons letristas e bom elenco de fadistas. No dia 2 Junho atuaram Margarida e Jorge Gomes e no dia 4 Junho Margarida Rocha e Toni Reis com um excelente interpretação com arte do que realmente é fado, com o acompanhamento de dois bons Guitarristas de excelência, com um público encantado e emocionado e com cultura fadista.

Foram interpretados 33 fados tradicionais diferentes, o que deixara esta sala do INATEL uma marca de referência, que será lembrada como um modelo de cantar fado tradicional para a memória futura. ACOFA Bragafado com estes momentos de Fado Tradicional esta a seguir e a perpetuar, renascer, evoluir e a sintonizar com estes comentários desta ilustre fadista Fernanda Maria que tanto apreciamos pela sua versatilidade de cantar o Fado.

ACOFA Bragafado desde 2013, teve a coragem de seguir o caminho do Fado Tradicional, e criar a Escola de Fado, para ter bases solidas para realizar o projeto que já tem futuro com as jovens fadistas Margarida e Margarida Rocha e outros que estão em preparação.
Nestes dois eventos do Fado nos salões da INATEL, fica Clarificada e definida o que representa ACOFA Bragafado na divulgação do Fado Tradicional no panorama Nacional de Portugal, o fado da verdadeira arte, incluindo em seu reportório, com muita coragem, conhecimento e visão do futuro. O Fado Menor, Fado Mouraria e Fado Corrido, que são o génesis do fado Tradicional, junto a uma série de Fados Tradicionais de Top (só ao alcance de Grande Fadista) Fado Cravo, Fado Mocita dos Caracóis, Fado Marcha do Marceneiro, Fado Bailarico de Alfredo Marceneiro; Fado Odéon, Fado Puxavante, Fado Vitória, Fado Tango de Joaquim Campos e outros fados, como Fado Alfacinha, Fado Jaime, Fado Carlos da Maia (sextilhas), Fado Perseguição, Fado Raul Pinto, Fado Bolero do Machado, Fado Vianinha, Fado Mayer, Fado Dois Tons, Fado Pechincha, Fado Lopes, Fado Vadio entre outros.

Com poetas como Linhares Barbosa, Gabriel de Oliveira, Frederico de Brito, Henrique Rego, Pedro Homem de Melo, João Ferreira Rosa, José Luís Gordo, Manuel de Almeida, Amadeu de Vale, Jorge Fernando, Toni Reis entre Outros.
Com letras Míticas, como Chorai Fadistas Chorai, Eterna Amizade, Há Festa na Mouraria, Morenita da Travessa, Rainha Santa Colchetes de Oiro.
ACOFA Bragafado seguirá neste rumo a qualidade do bom Fado Tradicional e renovando-se com novas letras e renascendo antigos Fados.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Ideias

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia