O Acampamento

Escreve quem sabe

autor

Carlos Alberto Pereira

contactarnum. de artigos 131

Terminado o XXIII Acampamento Nacional do Escutismo Católico Português impõe-se um olhar sereno para esta atividade realizada, de 31 de julho a 6 de agosto passado, em Idanha-a-Nova, e na qual participaram 21.500 escuteiros, segundo a “Flor de Lis” de agosto 2017 - a revista do CNE.
Tendo por base um texto do Instituto Nacional de Estatística “destaque - informação à comunicação” sobre “Cidades Portuguesas: Um Retrato Estatístico 2011”, datado de 31 de outubro de 2014, onde são analisadas as 159 cidades portuguesas, designadamente a população de cada uma delas.

Verificamos que há 53 cidades com mais de 21.713 habitantes e 106 com menos do que este número. Se considerarmos o número dos escuteiros que acamparam nesta “cidade de lona”, concluímos que, nestes dias de acampamento, no Monte do Trigo, instalou-se a 54ª cidade mais populosa do país, e a nona maior do nosso interior. Ficaríamos ladeados por S. João da Madeira (21.713) e Espinho (21.185) e do distrito de Braga só as cidades de Braga (136.885), Guimarães (47.588) e Vila Nova de Famalicão (34.843) tem mais habitantes que o Acampamento Nacional do Corpo Nacional de Escutas.

Para responder às necessidades dos participantes foram montadas mais de 4 mil tendas, os escuteiros foram transportados em 400 autocarros, 80 dos quais constituíram a rede de transportes diários do AcaNac, que transportavam os jovens e os adultos para pontos estratégicos das atividades foram de campo.
Para a alimentação de lobitos e educadores adultos foram montados dois restaurantes que serviam 3.000 e 3.500 refeições diariamente e dois supermercados, instalados dento do campo, garantiam que 16.392 jovens e os seus dirigentes pudessem confecionar diariamente as suas refeições.

Todos os dias, cerca de 5 mil jovens participavam nas atividades aquáticas na barragem de regadio local, tendo ao seu dispor 320 canoas, 5 mil coletes e um sem número de outras construções de suporte às atividades aquáticas.
Na arena principal, com capacidade para 25 mil pessoas, para além das grandes festas de animação, ao final do dia, todos os dias tinha 120 oficinas ou workshops que estavam à disposição dos jovens escuteiros.

Toda a cidade do século XXI tem que ter serviços de saúde capazes de responder com prontidão e com qualidade, assim, cada campo foi dotado de um centro de saúde e o acampamento com um pequeno hospital central, construído de raiz, por forma a que para este, só os casos mais graves, depois de triados, fossem encaminhados, e, se caso fosse uma das ambulâncias permanentes em campo faria o transporte para o hospital de Castelo Branco.
De referir que os serviços de saúde do hospital de campo foram contratados, tal como os serviços de Bem-Estar, a empresas especializadas.

Para que o lema geral do acampamento: Abraça o Futuro, pudesse ser materializado, toda a atividade educativa esteve alicerçada no jogo, enquanto instrumento pedagógico, no aprender fazendo, para que a ação fosse um elemento central da vivência que, por sua vez, era consubstanciada em pequeno grupo (bando, patrulha, equipa ou tribo) potenciando, desta forma, a participação democrática dos seus membros.

Este lema gerou, nos Lobitos, a criação de novos hábitos e de novas formas de fazer; nos Exploradores, a transformação das suas vidas, mudando de um estado para outro e reformando as suas visões e ações, nos Pioneiros, a inovação, permitindo-lhe ir para além de, pensar de novo, reinventar e, finalmente aos Caminheiros a cooperação permitindo lhes ser parte com.
Quem viveu este Acampamento Nacional, ficou indelevelmente marcado por este Espírito da Natureza e por esta redescoberta do outro e de si mesmo tornando-se num cidadão mais consciente não colaboração ativa na defesa integral da “nossa casa comum.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Escreve quem sabe

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia