Consumidores portugueses são os mais prudentes da Europa

Ideias

autor

Paulo Monteiro

contactarnum. de artigos 321

Os dados foram divulgados nos últimos dias e pertencem a um estudo publicado pelo Observador Cetelem Consumo 2017. E a conclusão é clara: 97% dos consumidores portugueses comparam os preços antes de comprar. Estes dados são reveladores de um consumidor nacional que dificilmente compra por impulso um produto cujo valor seja superior a 500 euros.
O inquérito foi efectuado em 15 países europeus e os portugueses são aqueles que se mostram mais hesitantes e prudentes, com mais sete pontos percentuais que a média do estudo. Os consumidores nacionais são também aqueles que mais reflectem antes de comprar, 91% do total, 6% acima da média.

E mesmo em termos de pagamento, cerca de 63% dos inquiridos garantem não recorrer a quaisquer facilidades de pagamento ou crédito (a média europeia é de 63%). No estudo, os espanhóis são os que mais recorrem às facilidades e pagamento e crédito (53%). Em sentido contrário, os belgas são os mais avessos a estas formas de pagamento (26%).

Números que mostram uma alteração nos hábitos dos portugueses depois de anos de crise e de apertar de cinto. Hoje tudo é bem diferente e as cautelas são grandes. Acabamos por assistir a uma procura do consumo, é certo, mas com passos bem seguros, ou seja... com dinheiro. E a uma gestão do orçamento com muitas cautelas.
Dados importantes que vieram mesmo em tempo apropriado já que ontem comemorámos o Dia Mundial da Poupança...

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Ideias

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia