O Presidente comentador

Ideias

Em finais de Janeiro de 2016, quando foi eleito Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa colocou um ponto final a uma década de monotonia e de previsibilidade no exercício da mais alta magistratura da nação. O início do seu mandato, no princípio do mês de Março, marcaria, efectivamente, uma profunda mudança no estilo de actuação presidencial, com um Presidente mais dialogante, mais próximo dos portugueses, enfim, mais popular. Ao autismo político e auto-isolamento do anterior inquilino de Belém respondeu Marcelo com o exercício de uma magistratura de afectos mas sem perder de vista, bem pelo contrário, a dimensão interventiva do cargo para promover o necessário desanuviamento das tensões políticas. Desse ponto de vista pode afirmar-se que Marcelo disse bem cedo ao que vinha - romper clara e frontalmente com a herança de uma década, caracterizada por um personagem esfíngico e aparentemente mumificado que esporadicamente interrompia o silêncio a que voluntariamente se havia...

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia