Vila Nova de Famalicão: Faltam costureiras para sector do vestuário em crescimento

Mesmo com distribuição de parte dos lucros pelos trabalhadores, uma empresa de confecções de Vila Nova de Famalicão tem dificuldades em contratar costureiras e quadros técnicos intermédios. “Há necessidade de tornar o sector mais interessante, mais azul”, defendeu ontem António Barroso, administrador da ‘Malhinter’, unidade industrial ontem visitada pelo presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, no âmbito do roteiro ‘Famalicão Made IN’.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia