‘Executivo Júnior’ aproxima junta e escolas

Ensino

autor

Marlene Cerqueira

contactar num. de artigos 1365

Os alunos da Escola EB 1 do Bairro Eng. Duarte Pacheco aproveitaram a tomada de posse do seu ‘Executivo Júnior’, ontem de manhã, para sensibilizar a Junta de Freguesia de S. Victor para algumas necessidades do estabelecimento de ensino, nomeadamente a instalação de sirenes luminosas, uma vez que esta escola é frequentada por muitos alunos surdos.
Computadores mais actuais, impressoras, quadros interactivos, uma rampa para a entrada da escola e pintar as paredes interiores do estabelecimento de ensino são outras necessidades que Gabriela Lopes, aluna do 4.ºA, transmitiu a Ricardo Silva, presidente da Junta e a Júlio Almeida, que na sessão representou o Agrupamento de Escolas D. Maria III, onde se integra esta escola.
Ricardo Silva tomou nota dos pedidos. Evidenciou que não é possível resolver tudo “da noite para o dia”, mas prometeu empenho para dar resposta às solicitações que lhe foram apresentadas.
Coube precisamente a Ricardo Silva empossar a Lista Lista A, liderada por Gabriela Lopes, que venceu a eleição para o ‘Executivo Júnior’ realizada nesta escola a 31 de Março.
O autarca realçou que esta iniciativa pretende estimular a educação para a cidadania, mostrando às crianças como trabalha uma Junta de Freguesia, o seu executivo e qual a sua função, e também aproximar a Junta de Freguesia das escolas.
Ricardo Silva realçou e louvou o facto de o ‘Executivo Júnior’ da EB 1 do Bairro Duarte Pacheco ser liderado por uma aluna, uma vez que não é muito frequente ter mulheres nas presidências das juntas e das câmara municipais.
À Gabriela, neste ‘Executivo Júnior’ juntam-se ainda os alunos Eloah (3.ºA) como vice-presidente, Alexandre (3.º A) como secretário, e Pedro Alves (4.ºB) como tesoureiro. Os vogais são Natanael (3.ºA), Guilherme (4.ºA) e Eduarda (4.ºA).
Júlio Almeida considerou que esta iniciativa da Junta de Freguesia “é uma das melhores formas de celebrar o 25 de Abril”, na medida em que permite aos alunos compreenderem as competências de uma Junta de Freguesia e do seu executivo.
Disse ainda que esta iniciativa vai de encontro aos objectivos orientadores do projecto educativo do agrupamento que tem muitas referências à formação de cidadãos.
Após a tomada de posse, o ‘Executivo Júnior’ reuniu com professores, associação de pais e com o ‘executivo sénior’, com quem passou o dia.
De tarde, destacam-se as reuniões com associações de moradores, PSP, Cruz Vermelha e outras instituições que fazem parte da vida desta freguesia onde habitam 30 mil pessoas.
“Estes alunos vão ter a oportunidade de sentir o pulsar da freguesia e de conhecer melhor a realidade local”, complementou Ricardo Silva.
No final do dia, os alunos teriam de decidir onde investir os 200 euros com que a Junta de Freguesia contempla cada escola no âmbito desta iniciativa ‘Executivo Júnior’.
A escolha seria entre uma impressora para cada sala, um projector ou um tablet.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia