El Olivo: Jantar vínico com personalidade própria

Economia

autor

Rui Miguel Graça

contactar num. de artigos 424

Em primeiro lugar, diga-se, o chef Paulo André deixou água na boca com a sua estreia, uma vez que chegou a apenas quatro dias à cozinha do El Olivo, o restaurante do Mélia Braga Hotel & Spa. Perante esta sua apresentação, será uma figura a seguir nos próximos tempos.
Com pratos cativantes, servidos de forma distinta, a entrada neste jantar vínico fez-se com uma vieira que estava na perfeição, devidamente combinada com uma pasta de ervilha e ainda um toque untuoso do toucinho. A harmonização foi festa com um casa amarela reserva branco de 2016, onde uma explosão de manga fazia sobressair a vieira.
Recorde-se que, aos presentes, foi, de abertura, ainda servido um rosé, marcadamente gastronómico.
Seguiu-se um polvo assado que se desfazia, acompnhado de grão, uma cebola caramelizada e um pimento. A frescura do Casa Amarela Tinto 2014 fez sobressair ainda mais os sa- bores. Na carne, o chef levou os presentes a uma viagem aos montes, ao campo, com borrego, ervas aromáticas, espargos e batata doce.
De surpresa em surpresa, surge na mesa um abade de priscos, ícone da cidade de Braga, que trazia na sua companhia fruta, de modo a introduzir alguma frescura nesta bomba de doce. Um porto ruby reserve, também fresco, fechou a noite em beleza.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia