Obras de arte da escola Monsenhor Elísio Araújo e Escola Secundária vencem grandes prémios da 6ª Bienal na Escola

Cávado

autor

Redacção

contactar num. de artigos 33202

As obras de arte apresentadas pelos alunos da Escola Monsenhor Elísio Araújo, do Agrupamento de escolas de Vila Verde e pelos alunos da Escola Secundária de Vila Verde foram as grandes vencedoras da 6ª edição da Bienal na Escola de Vila Verde, uma iniciativa que contribui de forma categórica para elevar a arte e cultura nas escolas vilaverdenses.

A inauguração da exposição e a entrega de prémios realizou-se esta manhã, 18 de maio, na Biblioteca Professor Machado Vilela de Vila Verde, numa sessão que foi presidida pelo Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, e que contou com a presença da Vereadora da Educação, Cultura e Ação social, Dr.ª Júlia Fernandes, dos artistas plásticos Luís Coquenão e Rafael Cruz Ibarra, do comandante da GNR de Vila Verde, 1º Sargento João Moreira, dos Diretores dos Agrupamentos de Escolas do concelho de Vila Verde, do Diretor da Escola Secundária de Vila Verde, da Diretora Pedagógica da Escola Profissional amar Terra Verde, de representante de várias entidades. A animação musical do evento esteve a cargo da Academia de Musica de Vila Verde.

Segundo a Vereadora da Cultura, Júlia Fernandes “Ao longo de 6 edições procurou-se, através desta ação, mobilizar os alunos dos vários graus de ensino, assim como toda a comunidade escolar com o propósito de promover o desenvolvimento artístico das crianças e jovens, fomentar o espírito critico sob diferentes formas de interpretar e comunicar “o mundo” e tudo o que nos rodeia contribuindo-se deste modo para a formação de novos públicos e consequentemente para a afirmação de vila Verde, enquanto vila criativa.”

“Criar oportunidades para que os nossos jovens exponham o seu talento”

Presente na sessão, o presidente da Câmara Municipal de Vila Verde começou por deixar um agradecimento a todos os responsáveis pelas escolas concelhias, aos jovens artistas, ao júri e a todos os que de alguma forma se envolveram neste projeto e contribuíram para o seu sucesso. António Vilela fez, ainda, questão de congratular todos os participantes, recordando que “a vida é feita de lutas e desafios, às vezes é preciso muita persistência para vencer. Espero que estes jovens conheçam o caminho do sucesso. Procuramos através desta iniciativa criar oportunidades para que os nossos jovens exponham o seu talento. A Bienal na Escola, tem dado um grande contributo para levar a arte e cultura aos nossos jovens.”

O edil vilaverdense reforçou que “Com esta bienal pretendemos criar oportunidades para que os nossos jovens exponham o seu talentoest e é um evento de grande interesse artístico e cultura para toda a comunidade escolar. Por isso, agradeço a todos os jovens artistas que concorreram e espero que mais tarde se orgulhem de terem começado também aqui e de terem participado nesta Bienal na Escola.”


Cerca de quarenta trabalhos apresentados a concurso

Dos cerca de quarenta trabalhos apresentados a concurso e que estão expostos até 31 de maio, na biblioteca Prof. Machado vilela, foram selecionados 3 grandes prémios (um por escalão) que serão propostos à avaliação do Júri de Premiação da Bienal Internacional de Arte Jovem que vai decorrer no próximo ano:

OS GRANDES PRÉMIOS SÃO:

- 1º Escalão:
“Riscando os Sonhos”, da Escola Monsenhor Elísio Araújo, do Agrupamento de escolas de Vila Verde;
- 2º Escalão:
“Insectos Perdidos” da Escola Monsenhor Elísio Araújo, do Agrupamento de escolas de Vila Verde;
-3º Escalão:
“Morfina” da Escola Secundária de Vila Verde


FORAM, AINDA, ATRIBUÍDAS 12 MENÇÕES HONROSAS:

- 1º Escalão:
“Em Suspensão”, do Agrupamento de Escolas de Prado

2º Escalão:
- “Leituras Improváveis”, do Agrupamento de Escolas de Prado
- “Interpretação de uma noite Estrelada”, da Escola Monsenhor Elísio Araújo, do Agrupamento de escolas de Vila Verde;
- “Vibrações Abstratas”,da Escola Monsenhor Elísio Araújo, do Agrupamento de escolas de Vila Verde;
- “Dialogo Infinito”, da Escola Monsenhor Elísio Araújo, do Agrupamento de escolas de Vila Verde;

3º Escalão:
- “Tarde de Primavera”, da EPATV
- “Emojination”, da EPATV
- “Transferência”, da Escola Secundária de Vila Verde
- “A cara das Emoções”, da Escola Secundária de Vila Verde


Este é um evento promovida pelo Município de Vila Verde, em colaboração com os Agrupamentos de Escolas do Concelho, a Escola Secundária de Vila Verde e a Escola Profissional Amar Terra Verde.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia