Festival que é “maratona de música” conta com o cantor Carlos Ribeiro

Braga, Cávado, Vale do Ave, Alto Minho, Nacional

autor

Teresa M. Costa

contactar num. de artigos 2451

A menos de uma semana do VII Festival de São João, que é já um dos cartazes das Festas do S. João de Braga. o jornal ‘Correio do Minho’ dá-lhe a conhecer alguns dos artistas que sobem ao palco no próximo sábado (dia 17) para uma tarde dedicada à música popular.

Dezenas de artistas vão passar pelo palco da Avenida Central em Braga, entre eles Carlos Ribeiro que traz ao Festival organizado pelo jornal Correio do Minho e Rádio Antena Minho algumas músicas do seu novo disco que deve ficar pronto em 15 dias e ainda não tem data de lançamento.
Sobre o que os espectadores podem esperar da sua participação na 8.ª edição do Festival de São João, Carlos Ribeiro promete fazer do evento “um autêntico arraial do S. João” e “vamo-nos divertir todos” assegura.

O artista volta ao palco do festival “com muito agrado”, reconhecendo que a iniciativa promovida pelo jornal Correio do Minho e Rádio Antena Minho “é um dos festivais mais conceituados” que caracteriza como “uma maratona de música, mas com muita qualidade”.

‘Bater asas e voar’ é um dueto com a filha, Lara Ribeiro, de 12 anos de idade, que faz parte do novo disco, que está concluído a nível de audio e deve estar a tocar daqui a 15 dias.
Ao todo, o novo trabalho inclui cinco duetos com a filha. “Ela adora cantar, eu adoro que ela esteja comigo e estamos a preparar algumas músicas, a ver o que dá” antecipa Carlos Ribeiro que esteva à conversa com José Portugal na Rádio Antena Minho.

Nas apresentações ao vivo, a Lara também está presente. “É quase uma obrigação ela estar nos espectáculos porque as pessoas já estão á espera” refere o artista que admite estar “a dar- -lhe caminho, mas é um risco muito calculado porque a música desde que seja bem aproveitada é uma das coisas boas da vida”.

Fora dos palcos, Lara está a fazer o seu caminho. “Está a preparar-se para a música em termos de aprendizagem de instrumentos e de canto” aponta Carlos Ribeiro, admitindo que “ela está a ter a ferramenta que eu não tive na altura”.

“Amor de pai e filha’ foi o grande último sucesso do cantor.

Sobre o novo disco, Carlos Ribeiro desvenda que “é um pouco o seguimento do último, mas com arranjos novos para que as pessoas não saturem”.

A raiz da música popular mantém-se, mas “em cada música, há um instrumento dominante diferente, numa é o violino, noutras a guitarra ou o acordeão” explica o cantor, acrescentando: “se ouvirmos música a música e ouvirmos arranjos e instrumentos diferentes não cansamos tantos das músicas”.

Os diferentes arranjos que faz em estúdio, Carlos Ribeiro tenta trazê-los para o palco, com a ajuda dos 12 músicos que compõem a banda que o acompanha há alguns anos.
Para o próximo ano, o artista já está a preparar mais dois duetos com o cantor Jorge Ferreira, avança, justificando: “temos que pensar à frente”.

A agenda para este Verão está “muito boa”. Além do Festival de São João, Carlos Ribeiro participa, no dia anterior, nas desgarradas do S. João de Braga, a única data que não marca com banda.

Ainda no corrente mês, o cantor tem espectáculos agendados em Vila Verde, Montalegre e Barcelos, mas a informação é publicada, semana a semana, na página de facebook.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia