Polémica instalada na saída de Diogo Branquinho do ABC para o FC Porto

Desporto

autor

Rui Serapicos

contactar num. de artigos 682

“É o primeiro para ganhar. Vai ser especial. Não conseguimos abstrair totalmente. Quem vai jogar contra mim, na posição de ponta, é um dos meus melhores amigos. Mas nesse caso não há amigos' — foi assim que Diogo Branquinho, com a camisola do FC Porto, comentou sábado a antevisão ao arranque do campeonato nacional de andebol, tendo como primeiro adversário o ABC de Braga.

O clube bracarense alega que tem compromisso por mais uma época com o ponta esquerda internacional. Mas Branquinho já integrou no Luso um estágio de preparação da equipa portista e encontra-se a representar os dragões num torneio que decorre em Gaia.Apontando que o regulamento do IV Torneio Internacional de Andebol de Vila Nova de Gaia prevê que podem jogar os atletas portadores de CIPA (Cartão de Identificação de Participante de Andebol) para a época de 2017/2018.

Fonte do clube academista alega haver irregularidade na situação, garantindo que Branquinho ainda não pode ter CIPA para a próxima época.
Porém, de facto o ponta jogou, com a camisola 22 e no fim do jogo, que teve transmissão pela Porto Canal, prestou declarações. “Nós já temos trabalhado todos os movimentos no treino”, disse, recusando “embaraços”, vincou o “bom ambiente de trabalho”, com companheiros “brincalhões mas que gostam muito de trabalhar”.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia