Vila Nova de Famalicão: Famílias com crianças no 2.º ciclo poupam nos manuais escolares

Vale do Ave, As Nossas Escolas

autor

Isabel Vilhena

contactar num. de artigos 1290

Às portas de mais um ano lectivo, os pais com crianças a frequentar o 5.º e 6.º ano do 2.º Ciclo do Ensino Básico em Vila Nova de Famalicão vão poupar no orçamento familiar.
Depois do Governo ter anunciado o empréstimo dos manuais escolares a todo o 1.º ciclo, a Câmara Municipal de Vila de Famalicão decidiu emprestar os manuais escolares às crianças do 2.º ciclo, poupando às famílias cerca de 150 euros na aquisição dos livros referentes às cinco disciplinas nucleares - Português, Matemática, Inglês, História e Geografia de Portugal e Ciências Naturais.

A medida entra em vigor já a partir do ano lectivo 2017-2018 e vai beneficiar 2.500 alunos que vão frequentar o 5.º e o 6.º ano no concelho.
Leonel Rocha, vereador da Educação da Câmara de Famalicão, lembra que “autarquia já desde 2002 que oferece os livros a todos alunos do 1.º ciclo. Agora com a medida do Governo de empréstimo dos livros aos alunos do 1.º ciclo, nós já não temos que ter essa despesa, asseguramos apenas as fichas e os livros de inglês que o Governo não oferta, e com essa poupança resolvemos avançar com essa medida de empréstimo dos manuais ao 2.º ciclo”.

Para o vereador da Educação “esta medida tem um impacto directo nas famílias que já não têm que despender do seu orçamento para a compra dos livros”.
Esta medida implica um investimento municipal de 250 mil euros. A autarquia vai voltar também a oferecer gratuitamente as fichas de apoio a todas as crianças do 1.º ciclo, beneficiando perto de cinco mil crianças, num investimento de cerca de 130 mil euros. Para além disso, o município disponibiliza ainda uma verba de 10 mil euros para aquisição de livros para o Banco de Livros Escolares, caso exista essa necessidade, destinado ao empréstimo de manuais a famílias com filhos noutros ciclos de ensino, que não disponham de condições financeiras para os adquirir. Ao todo, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai investir 390 mil euros com a aquisição dos manuais escolares.

Leonel Rocha afirma que “a preocupação é tornar o ensino, efectivamente, gratuito. A Constituição fala que o ensino é tendencialmente gratuito. Nós queremos torná-lo gratuito, sendo que uma das principais despesas é a aquisição dos manuais e do material escolar. Gradualmente estamos a torná-lo gratuito e é objectivo avançar no próximo mandato, caso o candidato Paulo Cunha, venha a ser eleito, a medida da gratituidade dos manuais até ao 9.º ano”.

Leonel Rocha adianta ainda que é objectivo “ a partir do 10.º ano reforçar o banco de livros, tendo em conta que as opções no secundário são várias e os alunos querem ficar com os livros para preparação de exames será através do banco de livros de modo a dar resposta aos nossos alunos”.
Refira-se que ao longo de quinze anos, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão ofereceu os manuais escolares e fichas de apoio a todas as crianças do 1.º ciclo do ensino básico no concelho, tendo sido a primeira Câmara do país a adoptar a medida que é uma realidade em Famalicão desde o ano lectivo 2002/2003.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia