Seniores bracarenses convivem na Malafaia

Braga

autor

Marlene Cerqueira

contactar num. de artigos 1405

“Só pelas sardinhas já valia a pena vir cá. Mas depois ainda há tudo o resto e é tudo fantástico!”. As Palavras são de Maria Sequeira, que há vários anos marca presença no Convívio Sénior de Braga na Quinta da Malafaia.
Tornado regular pelo executivo liderado por Ricardo Rio, este convívio reúne, entre ontem e hoje, cerca de cinco mil seniores bracarenses num emblemático espaço de arraial minhoto.
Ontem o convívio começou com a celebração de uma eucaristia, presidida pelo padre Rui Neiva, seguindo-se um almoço bem recheado e com números dignos de registo.

Para se ter uma ideia da logística que esta iniciativa envolve, aos 2500 seniores que participaram no primeiro dia do convívio foram servidas 15 mil sardinhas assadas. Quem comeu garante que “são das melhores do ano, pois estão mesmo no ponto”.
Após a sardinha na brasa foi servido rancho, outro prato regional bem apreciado pelos convivas. “Está muito bom. Nem sei como é que conseguem cozinhar massa para tanta gente e esta ficar tão saborosa”, diziam os convivas.

O serviço foi rápido, graças aos 80 empregados de mesa que garantiam que tudo chegava à mesa “acabadinho” de cozinhar.
Para sobremesa houve fruta e pão-de-ló e não faltaram as habituais bebidas, como vinhos, sumos, águas e sangria.

Marília Costa, de Tenões, participou neste convívio pelo terceiro ano consecutivo. “É um dia diferente e é muito bom. É uma forma excelente de terminar o Verão”, contou ao ‘CM’ enquanto começava a saborear as sardinhas assadas. “Estão muito boas. Nota-se que são fresquinhas. Já acredito que foram mesmo pescadas esta noite e vieram directamente da lota de Matosinhos para aqui”, contou, reproduzindo aquilo que tinha ouvido dizer o “speaker” de serviço momentos antes.

Num dos grupos vindos de Panoias, o ‘CM’ falou com Maria dos Anjos que também atestou da qualidade das sardinhas. “Acho que deviam fazer este tipo de convívio mais vezes”, referiu, realçando que para muitos seniores esta é uma oportunidade única para ir à Malafaia.
Numa mesa de quatro, encontramos dois casais, vizinhos e residentes em Nogueiró. Rafael e Rosário já são repetentes neste convívio. Consideram que “isto é excelente, pela animação e pelas sardinhas que são muito boas”, contaram. Partilharam mesa com Conceição e Martinho que este ano se estrearam. “Para já, estamos a gostar. Isto parece ser formidável”, admitiu.

Num outro ponto do amplo espaço da Malafaia, encontrámos Manuel Peixoto, acompanhado pelo filho Aníbal. O agricultor da Morreira confessou que comeu cinco sardinhas e “estavam tão boas”, que já não teve “barriga para a massa”. Presença já habitual neste convívio, Manuel disse ainda que esta é uma oportunidade para reencontrar amigos que não vê há bastante tempo. “Foi este o caso, pois reencontrei cá um amigo de infância, com quem andei na escola primária e que já não via há alguns anos”, contou.

Ricardo Rio: “Queremos que os nossos seniores sintam esta alegria durante todos os dias do ano”

“Este convívio é apenas um momento no âmbito de um conjunto de iniciativas que nós temos desenvolvido para promover a inclusão activa dos nossos idosos quer no plano desportivo, quer no cultural, quer no social. Nós queremos devolver a esta franja da população muito do esforço que ela dedicou ao concelho”. As palavras são de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, que ontem se juntou aos 2500 seniores que participaram no primeiro dia do Convívio Sénior na Malafaia. Hoje são esperados outros tantos para mais uma maratona de animação, recheada de petiscos tradicionais.

Ricardo Rio referiu ainda que o seu executivo teve a preocupação de tornar este convívio na Malafaia um evento regular, que regista a colaboração das juntas de freguesia e das IPSS na logística inerente à organização.
O presidente da câmara assistiu à missa e no final passou por todas as mesas da Malafaia, cumprimentando, um a um, todos os convivas.

“O nosso objectivo é proporcionar a estes cinco mil seniores um dia diferente face aquilo que é a sua rotina, um momento de grande animação. Nós queremos que os nossos seniores sintam esta alegria durante todo o ano e não só neste dia da Malafaia”, acrescentou rio, em declarações aos jornalistas.
O edil explicou ainda que a decisão de dividir o convívio por dois dias visou dar melhores condições para concretizar o evento. “É uma opção que mobiliza muitos recursos humanos, mas é mais confortável para os seniores”, disse.

Além de Ricardo Rio e dos seus adjuntos, o restante executivo municipal também marcou presença neste convívio, assim com os administradores das empresas municiais: Rui Morais, da Agere; Vítor Esperança, da Bragahabit; Batista da Costa, dos TUB; e Humberto Carlos, da InvestBraga.
Destaque ainda para os presidentes de Junta de Freguesia que fizeram questão de se associar ao convívio, acompanhando os seus seniores nesta jornada de animação, que se prolongou até ao fim do dia, na Malafaia.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia