Ciência invade Congregados na Noite dos Investigadores

Braga, Ensino

autor

Redacção

contactar num. de artigos 34311

Sexta-feira, a partir das 16 horas, o Edifício dos Congregados, na Avenida Central, em Braga, abre portas à Noite Europeia dos Investigadores 2017 (NEI2017), cuja organização, nesta cidade, cabe à Escola de Ciências da Universidade do Minho.

O evento é gratuito e está aberto a cidadãos de todas as idades. O programa contará com a presença de cerca de 150 investigadores e estudantes que trarão uma selecção de actividades enquadradas na temática ‘Ciência no dia-a-dia’, que incluem experiências e demonstrações relacionados com as áreas científicas da Biologia, Geologia, Ambiente, Física, Óptica, Matemática, Estatística, Computação, Química, Educação e Psicologia.

Paralelamente, irão realizar-se vários workshops sobre diferentes áreas científicas (nomeadamente sobre robótica, física de partículas e programação) e também um ‘quizz’ sobre filmes e séries televisivas relacionados com a ciência.
Pelas 16.30 horas, terá lugar a entrega dos prémios do concurso de desenho ‘O dia-a-dia de um cientista’. Este concurso foi dirigido a todas as crianças que frequentem o pré-escolar ou o 1.º ciclo do ensino básico no distrito de Braga, tendo envolvido 17 estabelecimentos de ensino e um total de 694 alunos/desenhos.

Além de todas as actividades de cariz científico, a iniciativa contará, também, com momentos musicais durante a tarde e noite, a cargo do grupo Nímia, um projecto a trio de voz, contrabaixo e piano, com composições próprias que incorporam elementos de músicas como o jazz, new age, as bandas sonoras ou o rock progressivo.

A NEI é uma iniciativa promovida pela Comissão Europeia, que ocorre, em simultâneo, em mais de 340 cidades da Europa e países vizinhos. Esta iniciativa pretende quebrar as barreiras que separam a Ciência dos cidadãos, promover o diálogo entre os cientistas e o público e potenciar a consciência pública sobre a influência da ciência no nosso modo de vida.

Este projecto, promovido pela Comissão Europeia no âmbito das Acções Marie Curie e financiado pelo programa europeu Horizonte 2020: Programa-Quadro de Investigação e Inovação, cobrirá as cidades de Lisboa, Porto e Braga, estabelecendo a ponte entre os investigadores e a sociedade nestes locais e contribuindo para aproximar diferentes actores sociais durante o processo de investigação e ino- vação.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia