Centro de Alto Rendimento em Viana do Castelo

Desporto, Alto Minho

autor

Rui Serapicos

contactar num. de artigos 681

António Roquette, presidente da Federação Portuguesa de Vela, disse ontem que prevê instalar em Viana do Castelo um Centro de Alto Rendimento.
Aquele responsável falava na conferência de imprensa de apresentação da Semana do Atlântico 2017 - IV Troféu Cidade de Viana do Castelo (Classe Optimist) que decorre sábado e domingo.
Admitindo que o projecto do Centro de Alto Rendimento deve ainda ser aprofundado com a autarquia, Roquette considerou que o Clube de Vela de Viana do Castelo reúne “todas as condições” para o efeito.

Dizendo que com aquela ideia está a projectar “o futuro da vela em Portugal”, lembrou que no nosso país já há um Centro de Alto de Rendimento em Cascais, acrescentando que a norte é em Viana do Castelo que existem melhores condições para uma segunda estrutura.
António Roquette vincou dois objectivos: a detecção de jovens talentos e a preparação para a alta competição.

Reconhecendo a necessidade de fazer investimentos em novas embarcações, o presidente da Federação Portuguesa de Vela realçou que para esta opção foi “fundamental” tudo o que a Câmara Municipal de Viana do Castelo tem feito pelos desportos náuticos. “Vemos esta situação com enorme satisfação”, comentou o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa.

Belgas, irlandeses e espanhóis na Semana do Atlântico

A Semana do Atlântico 2017 - IV Troféu Cidade de Viana do Castelo (Classe Optimist) vai ter lugar sábado e domingo em Viana do Castelo.
Organizado pelo Clube de Vela de Viana do Castelo, em parceria com o Real Club Náutico de Vigo e apoio da West Sea - Estaleiros Navais, Federação Portuguesa de Vela e câmara Municipal, o evento, apresentado ontem, pretende afirmar-se como um dos mais importantes da Europa.
Na apresentação da quarta edição, José Maria Costa, presidente do município de Viana do Castelo, considerou aquela organização “uma parceria virtuosa”.

Frisando que o evento vem a crescer em participação, o edil lembrou a sua componente transfronteiriça e a importância de estimular o gosto pela prática da vela entre os mais novos, que a autarquia vianense tem vindo a prosseguir, no âmbito de “uma política de desenvolvimento” assente em actividades náuticas.
Na ocasião, Manuel Vilaverde, o presidente da Federação Galega de Vela, e Xose Antonio Portela, vice-presidente do Real Club Nautico de Vigo, dirigiram palavras de elogio à autarquia vianense e ao Clube de Vela de Viana do Castelo, pelo forte impulso que têm dado à vela.

Duas centenas e meia de velejadores representam dezenas de clubes

Portugal, com 158 velejadores e 24 clubes e Espanha, com 72 velejadores em representação de 8 clubes, são os países mais representados no IV Troféu Cidade de Viana do Castelo - Meeting Internacional de Optimist.
Estão previstas presenças de um clube da Irlanda com cinco velejadores, três clubes da Bélgica com oito velejadores e um clube de Angola, com um velejador.

António Cruz, presidente do Clube de Vela de Viana do Castelo, lembrou que o acolhimento da Semana do Atlêntico na capital alto-minhota “nasceu numa conversa” havida no Clube Náutico de Vigo. Assim, a prova consiste num fim de semana em Viana do castelo e outro fim de semana naquela cidade galega. O dirigente daquela colectividade vianense fez as contas a treinadores e realçou que vão estar presentes mais de trezentas embarcações. Destacou ainda o impacto económico e a projecção que os meios de comunicação de Portugal e Espanha dão ao evento.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia