SC Braga: Fransérgio repõe justiça e níveis de confiança rumo aos 16-avos

Desporto

autor

Miguel Machado

contactar num. de artigos 479


Não foi a desforra desejada, mas foi um resultado positivo, que mantém a equipa bracarense com níveis de confiança elevados na Liga Europa. O SC Braga empatou (1-1) ontem no terreno do Ludogorets, na 4.ª jornada da fase de grupos. Guerreiros estiveram a perder na Bulgária, mas conseguiram restabelecer a igualdade, aos 83 minutos, num cabeceamento de Fransérgio.
Com este resultado, o SC Braga mantém o 2.º lugar no Grupo C, agora com sete pontos, menos um que o Lodogorets, e mais três que os alemães do Hoffenheim, que empataram na Turquia com Istambul BB (1-1).
Com vontade de surpreender os búlgaros e vingar a derrota sofrida em casa, a equipa bracarense mostrou personalidade em Razgrad, mas desde o apito inicial que sentiu dificuldades para travar o Ludogorets. Logo aos cinco minutos, valeu ao SC Braga uma boa defesa de Matheus a bloquear um remate de Misidjan. Ambiciosos, os Guerreiros tentaram sempre pressionar no meio campo adversário, mas faltou maior objectividade para ‘esticar’ o jogo, ao invés dos búlgaros que rapidamente colocavam a bola na área arsenalista, tendo dominado a primeira parte e criado as melhores oportunidades. Aos 40 minutos, destaque para nova defesa de Matheus, a evitar os festejos de Misidian, e logo a seguir foi Plastun a errar por pouco o alvo, após um livre.
Ao intervalo, o nulo era resultado positivo para o SC Braga.
Na segunda parte, a equipa de Abel Ferreira entrou com outra dinâmica ofensiva e “cresceu” para cima do Ludogorets. Logo no primeiro minuto, depois de uma falta sobre Paulinho, o médio Danilo podia ter inaugurado o marcador, num livre perigoso à entrada da área, com a bola a rasar o poste da baliza de Broun.
Com futebol mais veloz, a atormentar a equipa do Ludogorets como ainda não tinha sentido, seguiu-se uma jogada doe Xadas, a rematar para grande defesa para canto. Finalmente, os Guerreiros gelavam Razgrad.
E numa fase em que o SC Braga estava claramente por cima, o Ludogorets chegou ao golo, aos 68 minutos, contra a corrente do jogo. Na sequência de um canto, Matheus ainda defendeu um cabeceamento, mas na recarga, Marcelinho fez o 1-0, num lance que pareceu estar fora-de-jogo.
Apesar do golpe, assistiu-se a uma reacção muito forte dos Guerreiros. Abel fez algumas alterações na equipa, reforçou o ataque com a entrada de Hassan, e o SC Braga teve uma ponta final estonteante. Aos 82 minutos, R. Horta teve o empate nos pés, mas na jogada seguinte surgiu mesmo a igualdade, num cabeceamento fulgurante do médio brasileiro Fransérgio, após cruzamento de Paulinho.
Com o Ludogorets a tremer, até ao apito final, o SC Braga ainda foi em busca do triunfo, e podia perfeitamente ter acontecido, aos 88 minutos, num cabeceamento de Paulinho.
Empate na Bulgária mantém o SC Braga bem lançado para os 16 avos de final da Liga Europa.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia