Programa inédito permite acesso mais fácil ao emprego além-fronteiras

Braga, Economia

autor

Redacção

contactar num. de artigos 34779

As regiões da Galiza e do Norte de Portugal estão a tomar medidas para facilitar o reconhecimento das qualificações dos trabalhadores, numa iniciativa inédita, ao nível da União Europeia. Sendo assim, no futuro, será mais fácil um trabalhador formado em Portugal trabalhar na Galiza e vice-versa. No âmbito do programa Eures Transfronteiriço Norte de Portugal-Galicia, a Associação Industrial do Minho (AIMinho) tem contactado as empresas industriais e de trabalho temporário da região para que abram as portas aos trabalhadores.

Neste momento, sempre que um português com determinada qualificação aceita um emprego na Galiza ou um espanhol decide vir trabalhar para o norte de Portugal, os seus diplomas profissionais têm de ser oficialmente aceites, e os processos de reconhecimento são morosos, podendo mesmo significar a perda de uma oportunidade. Os obstáculos ao emprego além-fronteiras incluem a falta de informação, a necessidade de traduções dispendiosas e as regras rigorosas em matéria de responsabilidade em caso de erros. O que se pretende é que uma qualificação nacional seja “reconhecida” e aceite como equivalente a um diploma obtido no país de acolhimento. O titular dessa qualificação passa, então, a ter os mesmos direitos que uma pessoa que possua um diploma nacional.

Segundo estudos recentes da União Europeia, o número de portugueses que trabalham na Galiza é superior ao número de espanhóis que trabalham no Norte de Portugal, embora o nível geral de desemprego seja superior na Galiza. A procura de competências é diferente de ambos os lados da fronteira: o Norte de Portugal contrata galegos para trabalharem nos sectores automóvel, da saúde e metalúrgico, ao passo que a maior parte dos portugueses que se encontram na Galiza trabalham no ramo da construção.

Sendo parceira desta estrutura, que em Portugal é coordenada pelo IEFP - Instituto de Emprego e Formação Profissional, a AIMinho promove acções de divulgação de informação sobre a mobilidade de trabalhadores e a prestação de serviços na Galiza.
Sendo a eurorregião Norte de Portugal-Galicia um espaço de oportunidades e com um grande potencial de desenvolvimento futuro, o Eures Transfronteiriço Norte de Portugal-Galicia presta informação específica aos empregadores e trabalhadores fronteiriços e promove a divulgação de ofertas de emprego nesta euroregião.

O objectivo destas acções, para além da divulgação dos serviços Eures, é identificar ocupações e sectores de actividade nos quais poderiam existir oportunidades de colocação e convidar os empregadores da região que tenham ofertas de emprego a divulgá-las também através dos serviços do Eures Transfronteiriço Norte de Portugal-Galicia, potenciando assim um incremento de colocações transfronteiriças.

As empresas e os trabalhadores que pretendam saber mais informações sobre mobilidade de trabalhadores, contratação na Galiza ou que tenha ofertas de em- prego que possam ser divulgadas através do Eures-T NP-, podem contactar a AIMinho ou ainda o Gabinete de Coordenação do Eures Transfronteiriço.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia