Terras de Bouro: reunião de câmara oficializa pelouros

Cávado

autor

Redacção

contactar num. de artigos 34751

O Presidente da Câmara Municipal, Manuel Tibo, passa a contar no executivo camarário com a colaboração a tempo inteiro da vereadora Ana Genoveva Araújo, assim como do Vice-Presidente Adelino Cunha.

O Presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Manuel Tibo, contará assim com a colaboração de dois vereadores no exercício de funções a tempo inteiro, conforme deliberação aprovada a 9 de novembro na reunião do executivo camarário.

A par do Vice-Presidente Adelino Cunha em funções desde a tomada de posse do executivo camarário para o mandato 2017-2021, Manuel Tibo passa a integrar na sua equipa de trabalho a vereadora Ana Genoveva Araújo, que assume as áreas da Juventude e Associativismo, Modernização Administrativa, Gabinete Jurídico e Contencioso e Recursos Humanos.
O Presidente Manuel Tibo, que conta no seu gabinete de apoio com a colaboração de Liliana Machado e Avelino Soares, gere diretamente as áreas de Desenvolvimento Económico, Obras Municipais, Projetos e Candidaturas, Administração Financeira e Patrimonial, Turismo, Agricultura, Saneamento e Abastecimento de Água, Ambiente, Ação Social, Educação, Cultura, Emprego e Saúde.

O Vice-Presidente do município, Adelino Cunha, é responsável por Ordenamento do Território, Urbanismo e Obras Particulares, Sinalização e Trânsito, Vias Públicas, Tempos Livres e Desporto, Proteção Civil e Energia.

Justificando a distribuição de pelouros e organização do executivo camarário, o Presidente Manuel Tibo defende que está assim formada “uma equipa que garante estabilidade, agilidade e capacidade de decisão na gestão do município, tendo sobretudo em vista a definição e concretização de medidas para um ciclo de desenvolvimento sustentado do concelho”.
Das prioridades a levar a cabo pelo executivo camarário - conforme refere o presidente do município - faz parte “a reorganização dos serviços municipais e a promoção de iniciativas que garantam a melhoria da qualidade de vida da população e uma resposta eficaz às necessidades e expectativas dos terrabourenses”.

Nesse sentido, o Presidente da Câmara aproveita para “enaltecer a disponibilidade e a determinação da vereadora Ana Genoveva Araújo para trabalhar em prol do concelho e assumir responsabilidades para encontrar soluções e resolver os problemas que afetam a população terrabourense”.

“Como eleitos e representantes políticos deste concelho, é um dever moral e uma responsabilidade cívica sermos capazes de conciliar esforços para a concretização dos compromissos eleitorais assumidos perante a população”, afirmou Manuel Tibo, mostrando-se confiante pelos contributos positivos que Ana Araújo dará ao programa de trabalho do executivo camarário.

Pondo “o bem comum e a causa pública em primeiro lugar”, conforme já havia tornado público, a vereadora Ana Araújo manifestou a sua determinação para “um objetivo que deve ser comum a todos os eleitos: trabalhar para elevar Terras de Bouro ao patamar que merece e dar o melhor às gentes de Terras de Bouro”.

Deliberações
Para além da assunção de funções a tempo inteiro por Ana Genoveva Araújo, na reunião do executivo camarário foi ainda aprovada proposta de um conjunto de delegações de competências no Presidente da Câmara.

Corrigindo a deliberação da reunião anterior - em que o executivo recusou, por maioria, qualquer delegação de competências -, desta forma passa a ser possível responder com maior celeridade às exigências e necessidades dos trâmites legais de diversos processos camarários.

“Desta forma, poderemos trabalhar de forma mais célere e eficiente, a favor das populações e do concelho, evitando atrasos desnecessários nos processos já demasiado burocráticos que importa despachar no estrito cumprimento das leis em vigor”, reagiu o presidente da Câmara, Manuel Tibo.

Numa reunião com 29 pontos na ordem de trabalhos, foram igualmente aprovadas deliberações relativas a dezenas de processos, de licenciamento de obras, autorizações e retificações de licenciamentos, entre outros.

Foi igualmente aprovada uma proposta de alteração orçamental apresentada pelo Presidente da Câmara, que vai permitir a renovação da contratação de serviços prestados por trabalhadores independentes, cujo vínculo com o município havia terminado a 31 de outubro.

Desta forma, será assegurada a continuidade imediata de serviços considerados imprescindíveis, enquanto o executivo procederá a uma obrigatória avaliação e enquadramento legal relativamente a vínculos caducados que entretanto venham a ser considerados necessários.

O Presidente da Câmara manifestou ainda preocupação quanto à situação profissional e económica dos trabalhadores precários que ficaram sem vínculo, tendo já assegurado alternativas de trabalho junto de empresas da região com necessidade de recrutamento de mão-de-obra.

*** Nota da C.M. de Terras de Bouro ***

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia