Câmara Municipal continua a investir fortemente Mosteiro de S. Miguel de Refojos

Vale do Ave

autor

Redacção

contactar num. de artigos 35076

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto continua a investir fortemente no Mosteiro de S. Miguel de Refojos, contando para o efeito com apoios comunitários. No próximo ano de 2018 continuam a ser desenvolvidos projetos de valorização e preservação do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, ex-líbris do concelho Cabeceirense, alguns deles iniciados em 2016.

Novo Serviço de Atendimento Único/Espaço do Cidadão

Em fase de conclusão estão as obras de Remodelação do Piso Térreo da ala poente do Mosteiro onde se localizam alguns serviços da Câmara Municipal e onde estão a ser criadas as condições para a instalação de um novo Balcão Único de Atendimento/Espaço do Cidadão de acordo com a tipologia definida pela Agência de Modernização Administrativa, eliminando barreiras arquitetónicas e permitindo acessibilidade para todos e, no âmbito da eficiência energética, melhorando as condições térmicas e de iluminação.
Considerando a relevância e valor patrimonial do edifício do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, o projeto foi executado sob a supervisão da Direção Regional da Cultura do Norte, sendo a execução da obra acompanhada e monitorizada pelos mesmos serviços e contando também com acompanhamento arqueológico.
O projeto, com um investimento global de 370 mil euros, foi objeto de uma candidatura designada ‘Município Mais’, apresentada ao Aviso NORTE-50-2016-12 - Promoção das TIC na Administração e Serviços Públicos, Programa Norte 2020, sendo financiado por este programa comunitário através do FEDER no montante de 223 mil euros.
A empreitada arrancou em junho e implicou a transferência do Serviço de Atendimento Único, do Posto de Atendimento ao Cidadão e da Tesouraria para o Posto de Turismo, onde é atualmente e provisoriamente feito o atendimento aos munícipes, enquanto decorrem as obras de beneficiação do rés-do-chão do edifício dos Paços do Concelho.

Novas coberturas dos Paços do Concelho e Igreja

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto viu aprovada em agosto de 2016 uma candidatura de 2 milhões de euros, designada ‘Mosteiro de S. Miguel de Refojos, Património Cultural Ímpar’, para a afirmação do património histórico-cultural como produto turístico de afirmação do território de Cabeceiras de Basto na oferta turística da região, contando também com o apoio da Direção Regional de Cultura do Norte.
A candidatura, aprovada no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte (Norte 2020), prevê a concretização de projetos e diversos estudos que visam, entre outras, a execução de obras de beneficiação das coberturas da Igreja e da ala nascente do Mosteiro, reabilitação de vãos e pinturas das fachadas; conservação e restauro da fachada principal da Igreja e torres sineiras; a reabilitação do espaço onde antigamente funcionou a livraria; o desassoreamento da Ribeira de Penoutas que visa baixar o nível freático na envolvente ao Mosteiro; bem como a construção de um coletor de águas pluviais.
A candidatura prevê, ainda, estudos diversos sobre patologias e outros problemas estruturais que afetam o imóvel, sobre a antiga Botica e sobre o sistema hidráulico do Mosteiro, entre outros, para a melhoria do conhecimento científico e histórico deste bem.
Neste momento encontra-se em curso a empreitada de reabilitação das coberturas da igreja e ala nascente do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, obra de substituição dos telhados, bem como da beneficiação das fachadas nascente e sul do Mosteiro. O projeto é cofinanciado no âmbito do Aviso Norte-04-2114-FEDER-000132 do Programa NORTE2020.

Restauro da antiga livraria do Mosteiro

Está também a ser recuperado o espaço onde antigamente funcionou a livraria do Mosteiro, uma intervenção que está a ser efetuada com recurso a obras de minúcia que estão a ser executadas pelas Oficinas Santa Bárbara, empresa altamente qualificada na conservação e restauro do património cultural, com uma equipa de profissionais de formação superior e técnica, com largos anos de experiência e conhecimentos acumulados. No futuro este será um espaço visitável.
De referir que esta intervenção é também cofinanciada pelo Programa NORTE2020.


Fachada principal e torres da igreja reabilitada

Em 2018 serão executadas as obras de conservação e restauro da fachada principal e torres sineiras, incluindo sistemas de afastamento de aves da Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, decorrendo nesta altura o procedimento concursal para a apresentação de propostas.
A defesa deste património é uma responsabilidade coletiva e apesar da igreja, parte do Mosteiro, ser património do Estado, a Câmara Municipal assume esta responsabilidade de zelar pela conservação deste imóvel que consideramos um bem único, de caráter excecional.
A obra vai beneficiar de um apoio comunitário ao abrigo do Programa NORTE2020.

A Câmara Municipal continuará a fazer tudo para ver este Mosteiro inscrito na Lista Indicativa de Portugal ao Património da UNESCO, agora como bem em série, tendo para tal aderido em junho passado à Rede de Mosteiros e Paisagens Culturais Beneditinas que inclui o Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro, Felgueiras; o Mosteiro de Santo André de Rendufe, Amares; o Mosteiro de São Bento da Vitória, Porto; o Mosteiro de São Bento, Santo Tirso; o Mosteiro de São Martinho de Tibães, Braga; e o Mosteiro de São Miguel de Refojos, Cabeceiras de Basto, sob a coordenação da Direção Regional de Cultura do Norte.

Cabeceiras de Basto e os Cabeceirenses acreditam no sucesso desta candidatura e, por isso, a Câmara Municipal continua a trabalhar na conservação, restauro e valorização deste património histórico-cultural de excelência e que tanto diz aos Cabeceirenses.

*** Nota da C.M. de Cabeceiras de Basto ***

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia