Biologia: Descobertas 235 espécies comuns às águas do Árctico e do Antárctico

autor

Lusa

contactar num. de artigos 45512

Cientistas do Censo da Vida Marinha anunciaram hoje a descoberta de 235 espécies comuns às águas do Oceano Árctico e do Antárctico, apesar dos 11.000 quilómetros que separam as duas regiões polares.

Entre elas contam-se cinco espécies de baleias, incluindo baleias cinzentas, cinco de aves marinhas e cerca de cem espécies de crustáceos.

A diversidade e o elevado número de espécies semelhantes deixou os cientistas perplexos.

'Não estamos ainda certos do que tudo isto significa', disse Bodil Bluhm, investigadora da Universidade Fairbanks do Alasca (EUA) e uma das cientistas que participaram nas expedições árcticas do censo.

Para o ecologista Russ Hopcroft, da mesma universidade e que também participou no estudo, 'encontrar tantas espécies nos dois extremos da Terra, algumas delas sem ligações conhecidas entre si, levanta sérias questões do ponto de vista da evolução'.

Estes e outros investigadores polares vão agora tentar confirmar se as 235 espécies comuns são de facto idênticas ou diferem geneticamente.

Por outro lado, espécies que preferem águas frias estão a emigrar para os pólos para escapar ao aquecimento das águas oceânicas, segundo constataram também os cientistas.

Estas descobertas surgiram das expedições científicas efectuadas entre 2007 e 2008 no quadro do Censo da Vida Marinha, um programa que envolveu mais de 500 investigadores polares de 25 países, entre os quais Portugal, e que a 04 de Outubro de 2010 publicará o seu primeiro relatório sobre as espécies marinhas encontradas.

O Censo revelará que os oceanos são habitados por entre 230.000 e 250.000 espécies, das quais cerca de 7.500 vivem nas águas do Antárctico e outras 5.500 no Árctico, e que muitas centenas delas são desconhecidas.

Segundo Ron O'Dor, director científico do Censo da Vida Marinha, o projecto encontra-se actualmente 'numa etapa de síntese, em que se tenta reunir todos os 17 diferentes projectos para dar ao mundo una imagem da biodiversidade dos oceanos do planeta'.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Tempo

Farmácias de serviço

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia