‘Limpar o Areal’ promove a reciclagem

Braga

autor

Maria Betânia Ribeiro

contactar num. de artigos 121

O Grupo de Acção Areal-Pachancho - Associação de Moradores (GAP), sediado em São Vicente, promoveu ontem uma acção de limpeza na sua área de intervenção, com o objectivo de sensibilizar a comunidade local para as questões ambientais e de cidadania activa.
Segundo Pedro Delmar, membro da direcção do GAP, a acção, que decorreu durante a manhã, reuniu mais de 40 voluntários. “Como é Dia do Pai, muitos pais estão a dar o exemplo de boas práticas aos filhos”, descreve o responsável.

A iniciativa ‘Limpar o Areal’ promoveu o trabalho de remoção de lixo e resíduos depositados indevidamente nas áreas de intervenção do GAP, bem como o acto simbólico de plantação de dois carvalhos, no âmbito do Ano Internacional das Florestas.
Estabelecendo protocolos com a Câmara Municipal de Braga, AGERE e BRAVAL, o GAP utilizou uma escala de classificação do lixo e dos resíduos encontrados, diferenciando o lixo de pequeno porte, como as embalagens de plástico, o vidro, metal ou papel, dos resíduos maiores, como baldes, pequenos electrodomésticos e roupas velhas.

Os “monstros”, isto é, grandes electrodomésticos, colchões e pneus, constituíam o terceiro grupo de resíduos que podiam ser alvo de limpeza pelas equipas de voluntários.
Os materiais pesados provenientes das obras de construção, como os tijolos, gessos, pedras e cimento, e os resíduos perigo-sos, ou seja, tintas, óleos, seringas, e v

asilhas com líquidos não identificáveis, foram alvo de identificação por parte dos voluntários, sendo recolhidos pelas entidades competentes.

Os responsáveis pela iniciativa realçaram a existência nos bairros do Areal e Pachancho de depósitos de entulho das obras, dado que se trata de uma zona recentemente urbanizada.
“Os construtores usam as zonas baldias para deixar o lixo das obras”, acção que impede a criação de áreas verdes, referem os responsáveis do GAP.

Criado em Setembro de 2010, o GAP procura identificar os pontos sensíveis das zonas de intervenção e discutir juntos das entidades responsáveis a resolução dos problemas que afectam a comunidade. “A Câmara tem dado resposta”, esclarece Pedro Delmar. “Ao sinalizar as ruas sem pavimento, os stands de venda de apartamentos devolutos e as viaturas abandonadas, procuramos marcar a diferença e limpar o nosso bairro”.
O grupo voluntários, constituído por adultos e crianças, promoveu a reciclagem dos resíduos de pequeno porte recolhidos, separando-os consoante a cor do eco-ponto.

Presidente da Junta de São Vicente participa na actividade

Jorge Pires, presidente da Junta de Freguesia de São Vicente, esteve presente na actividade e trabalhou junto dos voluntários na recolha de lixo e na plantação das árvores. “Este movimento associativo é a riqueza da nossa freguesia”, refere Jorge Pires.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Limpar o Areal - prova superada

22 de Março de 2011 às 01:09h por GAP

Este foi o primeiro evento fora de portas do GAP. Juntou amigos, pais e filhos. Plantaram-se 2 árvores. Arejamos a futura sede...
Vamos continuar a limpar e usufruir do lugar com qualidade...

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia