Hélder Baptista anima o restaurante ‘Vítor’ ao som da concertina

Cávado

autor

Redacção

contactar num. de artigos 32066

A tocar concertina desde os oito anos, o artista Hélder Baptista, que já lançou dois álbuns ao som da sua concertina, prepara, agora, o seu terceiro trabalho discográfico e promete animar a região com inúmeros concertos agendados já para este e o próximo mês.

O ‘cantador’ esteve, ontem, a animar o restaurante ‘Vítor’, em São João de Rei, Póvoa de Lanhoso, durante a iniciativa ‘Venha Almoçar Connosco’, promovida pelo jornal ‘Correio do Minho’ e pela rádio ‘Antena Minho’, onde interpretou alguns dos seus novos temas.

A ‘arte da concertina’ aprendeu-a com o pai, que desde tenra idade lhe incutiu o gosto pela música mais tradicional. Mas a apresentação ao público aconteceu apenas anos mais tarde, depois de ter perdido ‘a vergonha’ inicial, acabando por se afirmar como artista popular.

O público começou a conquistá-lo com o grupo ‘Os Amigos das Concertinas de São Bento da Porta Aberta’, onde costumava actuar nas famosas romarias. O grupo manteve-se até 2007, apesar de ter mudado de nome, e é precisamente nessa altura que Hélder Baptista grava o seu primeiro álbum, intitulado ‘Fogo no Faxo’.

O segundo trabalho discográfico de originais - ‘Meninas do nosso Minho’ - foi lançado no ano passado e, neste momento, o artista está já a trabalhar no terceiro, e na actuação de ontem levantou um pouco do véu, interpretando alguns dos seus novos temas musicais, como o ‘Cana Verde’.
“A concertina é o meu instrumento de eleição. É o único que me fascina”, garantiu Hélder Baptista, nos intervalos da sua actuação para os clientes do restaurante ‘Vítor’, em São João de Rei, Póvoa de Lanhoso.

Passagem-de-ano vai ser na Suíça

O artista aproveitou, ainda, o momento para agradecer ao público que o tem ajudado durante estes anos a dar seguimento à sua carreira. “Estou concentrado nos concertos e no novo trabalho discográfico”, garantiu.
A lista de espectáculos que Hélder Baptista tem já delineados para os próximos tempos contempla actuações por toda a região e até no estrangeiro, onde passará também a passagem-de-ano, mais especificamente na Suíça - país onde, aliás, já actuou por diversas vezes.
O artista vai actuar, também, no próximo dia 8 no concelho de Barcelos, dia 16, em Verim, Póvoa de Lanhoso, e dia 27 em Roussas, Arcos de Valdevez.


Restaurante ‘Vítor’ tem o “melhor bacalhau do mundo”


“Não existe país no mundo onde se coma tanto e tão bem quanto em Portugal. Não existe restaurante onde se coma melhor do que nesta pequena casa de pasto, escondida entre vinhedos e flores, na aldeia de São João de Rei, na Póvoa de Lanhoso”.

Foi desta forma que o mundialmente reconhecido escritor brasileiro Jorge Amado caracterizou o restaurante ‘Vítor’, afamado pela sua maior especialidade: ‘Bacalhau Assado na Brasa’.
Há mais de 40 anos que o espaço de restauração tem recebido muitas figuras públicas, que acabam por voltar e trazer consigo novos ‘amigos’ da casa. Uns e outros, voltam, quase sempre, pelo mesmo motivo: degustar, mais uma vez, o famoso bacalhau.

É numa casa típica das Terras de Lanhoso, remodelada para maior conforto das visitas, que está instalado o restaurante ‘Vítor’, de Vítor Peixoto.
O negócio foi herdado dos pais, que em tempos ali iniciaram a sua actividade comercial com uma taberna e uma mercearia. A taberna foi adquirindo, com os anos, os contornos do actual restaurante, e a pequena mercearia foi resistindo até hoje, ainda fia aos seus clientes fiéis e oferece-lhes o melhor bacalhau.

“Os meus pais abriram a taberna e a mercearia em 1935. Anos mais tarde, já na década de 60, pedi ao meu pai, pela primeira vez, autorização para modificar um pouco a taberna. E voltei a fazer o mesmo pedido dez anos depois para fazer nascer este restaurante”, recordou o proprietário do ‘Vítor’.

O facto é que a esmagadora maioria dos clientes que visitam o espaço de restauração é por causa do bacalhau que serve. “Podemos mesmo dizer que 90 por cento dos nossos clientes vêm para saborear o nosso bacalhau”, sublinhou Vítor Peixoto.

“O grande segredo do nosso bacalhau é que tem que ser de grande qualidade, ser bem demolhado e depois ser assado em boas brasas”, desvendou o responsável do restaurante, apontando que é por estas razões que os clientes lhe dão “regularidade e fidelidade”.
Mas Jorge Amado foi, apenas, um dos muitos famosos que já passaram, e continuam a passar, pelo restaurante ‘Vítor’.

Raúl Solnado, Ana Bustorff, Eusébio, Fernando Mendes, Vítor Baía, Mário Coluna, Rui Veloso, Luís Filipe Vieira, Jorge Costa, José Raposo e Maria João Abreu são alguns dos nomes de figuras públicas que ali degustaram o bacalhau. Muitas destas memórias estão retratadas em quadros de fotografias exibidos nas paredes de pedra do estabelecimento.

Para além do ‘Bacalhau Assado na Brasa’, o restaurante ‘Vítor’ oferece, ainda, na sua ementa, ‘Cabrito Assado’, ‘Bife de Vitela Barrosã’ e ‘Bife de Porco Preto’. Porque o espaço ainda fica a alguns quilómetros de Braga, o funcionamento é através de reserva, até porque ao fim-de-semana costuma ficar lotado. Tudo para garantir a “melhor qualidade” dos pratos, executados com todo o vagar, para degustar lenta e comodamente.

Os prémios e louvores de várias entidades atribuídos ao restaurante ‘Vítor’ fazem jus ao serviço que disponibiliza à clientela, tendo sido já agraciado com um louvor do Rotary Club da Póvoa de Lanhoso e uma medalha de mérito da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, por exemplo, e arrecadado, ainda, o segundo lugar no Concurso Nacional de Gastronomia de Entre Douro-e-Minho.

José Peixoto é um dos clientes assíduos. “Venho cá sempre que posso e sempre para degustar o bacalhau. Hoje, por exemplo, trouxe um amigo da Guarda, pela primeira vez”. E o amigo, Mário, garantiu: “é mesmo muito bom. Vou ficar cliente, de certeza”.
“Este é o melhor bacalhau do mundo”, considera Francisco Peixoto, elogiando o ambiente, paisagem e sossego. Afirmação corroborada por Miguel Lopes, outro ‘amigo’ do restaurante.
Opiniões partilhadas por Luís Cortês, cliente de o ‘Vitor’ há mais de 15 anos, onde vai de propósito comer bacalhau.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Concordo

18 de Março de 2012 às 10:25h por Thomas Haimerl

Concordo 100% com Sr. Francisco Peixote, é o melhor bacalhau do mundo, num abiente excelente...

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia