Póvoa de Lanhoso: Vereador alcoolizado disparou contra PSP

Casos do Dia

autor

Teresa M. Costa

contactar num. de artigos 2451

Um homem de 41 anos foi detido anteontem à noite, na Póvoa de Lanhoso, depois de ter disparado contra um agente da PSP por uma questão de trânsito. Conduzia alcoolizado e a arma é ilegal.
O detido é Luís Miguel Jorge Gonçalves, vereador da coligação PSD/CDS na Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e director técnico do Centro Social de Ruivães, em Vieira do Minho, entre outras funções. Foi notificado para comparecer, amanhã, no Tribunal Judicial da Póvoa de Lanhoso.

Responde pelos crimes de posse ilegal de arma, desobediência, resistência, coacção, tentativa de homicídio e condução sob efeito de álcool.
De acordo com o que foi possível apurar, tudo se passou no trajecto entre Vieira do Minho e Póvoa de Lanhoso, na Estrada Nacional 103.

Ao longo de vários quilómetros, o homem de 41 anos praticou uma condução em que reduzia a velocidade nas curvas e acelerava nas rectas, impedindo a ultrapassagem.
Atrás circulava um agente da PSP, que vinha de Montalegre e se dirigia para a esquadra de Vila Nova de Famalicão onde presta serviço na Investigação Criminal.
Face ao tipo de condução, o agente da PSP deu ordem de paragem ao condutor que, não só desobedeceu, como efectuou um disparo de arma de fogo, durante a condução.

O agente da PSP seguiu e interceptou-o na ‘rotunda do ouro’, na Póvoa de Lanhoso. Identificou-se como agente da autoridade e deu-lhe voz de detenção, mas este resistiu e continuou de arma em punho.
A GNR da Póvoa de Lanhoso foi alertada e acorreu ao local.

O homem foi detido e entregou a arma que disparou contra o agente - uma pistola de calibre 6,35 mm - que se apurou ser ilegal já que ele não possui licença de uso e porte de arma.
O vereador acusou uma taxa crime de álcool (1,47 g/l).
Considerado “pessoa idónea” e por “não oferecer perigo de fuga” foi restituído à liberdade e notificado para amanhã.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia