Viana do Castelo adere ao projecto ClimadaPT.Local

Alto Minho

autor

Redacção

contactar num. de artigos 35024

A Câmara Municipal de Viana do Castelo acabou de assinar com a Universidade Nova de Lisboa, um protocolo com o consórcio do ClimadaPT.Local com o objectivo de elaborar estratégias locais que permitem os municípios avaliar os riscos e preparar respostas para as futuras alterações climáticas como inundações, seca, ondas de calor e incêndios florestais.

O projecto ClimAdaPT.Local integra agora 26 autarquias e resulta de um concurso lançado pela Agência Portuguesa do Ambiente para preparar o país para as consequências das alterações climáticas. Para tal, será efectuado um diagnóstico das vulnerabilidades climáticas dos municípios e definida a estratégia local, integrando e aplicando medidas nos vários planos das autarquias, ao nível da gestão dos recursos hídricos, respondendo da melhor forma a eventuais situações de seca, incêndios florestais, ondas de calor, inundações, entre outros episódios do foro climático.

O consórcio responsável pelo ClimAdaPT.Local é constituído por entidades portuguesas e norueguesas (académicas, empresas, ONG e municípios) envolvidas em estudos, elaboração de estratégias e implementação de acções de adaptação, assim como no planeamento e gestão do território ao nível municipal e regional. O projecto ClimAdaPT.Local está integrado no Programa AdaPT, criado para apoiar o desenvolvimento de projectos de adaptação às alterações climáticas em Portugal.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia