Arte & Exposições

Encontros da Imagem

  • 2011-10-30

A 21ª edição do mais antigo festival de fotografia da Península Ibérica.
Exposições, projecções e workshops nos Encontros da Imagem de Braga. Mesmo quando os retratos devolvem cores, a realidade que documentam raramente escapa ao cinzento. É a crise como a conhecemos, com franjas marginais e sorrisos desbotados, que pedem compromisso com a reflexão. É essa a função das lentes profissionais ou dos olhares amadores, como o do colombiano Óscar Fernando Gómez, taxista que faz fotografia pelo mero prazer de registar os momentos que despertam atenção.

Os registos que se seguem exprimem Nova Visões na Fotografia Social, o tema da 21.a edição dos Encontros da Imagem, o mais antigo festival de fotografia da Península Ibérica, que este ano conta com um total de 17 exposições que serão distribuídas por nove espaços culturais e museológicos da cidade de Braga. A crise em Portugal e as transformações nos países de Leste após a queda do Muro de Berlim ocupam um lugar central no programa da edição deste ano, que inclui projecções, workshops de moda e lomografia, uma conferência, a noite do livro, uma gala de honra e várias festas. A actual situação do país é retratada na exposição do colectivo Kameraphoto.

'Danos Colaterais' espelha o momento social e político que atravessamos através do olhar dos 13 fotógrafos e estará patente ao público no Museu D. Diogo de Sousa.

'New life - New Document', mostra com cerca de 80 imagens de 21 autores, que ocupará a sala do recibo do Mosteiro de Tibães, apresenta uma visão dos países de Leste e das transformações sofridas após a queda do Muro de Berlim.

'Things here and things to come' segue quatro jovens judias americanas que realizam o desejo de regressar a Israel para fazer o serviço militar, um trabalho de José Pedro Cortes em Telavive.

Mark Curan leva ao Mosteiro de Tibães a sua tese de doutoramento, 'um confronto entre as fábricas de novas tecnologias e as falências de outros sectores de produção na Alemanha', segundo o comissário da exposição. Os Encontros, dirigidos por Rui Prata, estendem-se ao Museu da Imagem, onde Dragan Thomas exibe 'Nomads', sobre os nómadas irlandeses, ao lado de outros três projectos sobre o lado mais underground da sociedade. Pelo segundo ano consecutivo, os Encontros da Imagem contam com um prémio de 7500€, a atribuir ao melhor portefólio de fotografia contemporânea apresentado aos 20 críticos internacionais que constituem o júri do concurso Emergentes - DST.

A organização recebeu este ano mais do dobro das candidaturas da edição anterior. Duzentos e noventa fotógrafos de todo o mundo submeteram os seus trabalhos; 70 foram seleccionados como candidatos ao prémio Emergentes - DST, com a oportunidade de mostrar os seus portfolios aos críticos internacionais presentes em Braga.
Os trabalhos destes finalistas vão estar expostos em Tibães durante todo o certame, até 30 de Outubro.

QUANDO
17 Set 2011 a 30 Out 2011
ONDE
Mosteiro de Tibães, Braga
HORAS ESPECTÁCULO
Terça-feira a Domingo das 10H às 13H e das 14H às 18H

1043 itens ver mais
130 itens ver mais
77 itens ver mais

Tempo

Farmácias de serviço

Classificados

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia